Mídias Sociais

Esporte

Autuori faz duras críticas a organização do futebol brasileiro após pênalti polêmico

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O técnico Paulo Autuori deixou o campo do Maracanã bastante contrariado após o empate por 1 a 1 com o Flamengo no último domingo (23). Isso porque o Alvinegro vencia a partida até os 55 minutos da etapa final, quando o Rubro-Negro empatou a partida com um gol de pênalti assinalado com intervenção do árbitro de vídeo.

A forma como o pênalti foi marcado irritou o treinador alvinegro, que não poupou críticas ao sistema logo após o apito final. "Em nenhum momento, em nenhuma derrota eu justifiquei com erros de arbitragem. Justifico com falta de eficiência ou eficácia da equipe que eu trabalho. Hoje nós fomos eficientes, fomos eficazes porque fizemos o gol, mas não conseguimos sair com a vitória. Nada a falar com relação à arbitragem e à interpretação. E tudo a falar sobre a conjuntura do futebol brasileiro. É muito fraca e é suspeita. Porque as coisas acontecem sempre da mesma maneira. Chega um momento que cansa", criticou o treinador.

Na sequência, o treinador também direcionou críticas a forma como o árbitro de vídeo (VAR) vem sendo utilizado no futebol brasileiro.

"Então não adianta ter VAR. Porque, quem interpreta isso? A gente vai continuar no tema da interpretação e na hora da interpretação sempre as mesmas equipes são favorecidas (...) Aqui no Brasil, infelizmente, na conjuntura do futebol brasileiro toda hora vão reclamar dentro da CBF e fazer cartas, como se isso adiantasse alguma coisa. O que adianta é trabalho e transparência. Porque no momento de decidir e interpretar, a interpretação tem sido contra o Botafogo, claramente. Se algum dirigente nosso tem dificuldade por falar isso por receio, eu não tenho nenhuma", disse o treinador em tom crítico que acabou respingando também na diretoria do Alvinegro.

Passada a partida contra o Flamengo, o próximo compromisso do Botafogo no Campeonato Brasileiro será no sábado (29), quando a equipe terá pela frente o Internacional, às 16 horas, no Engenhão.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana