Mídias Sociais

Esporte

Após eliminação na Taça Santos Dumont, diretoria do Goytacaz demite técnico Rubens Filho

Avatar

Publicado

em

 

Rubens Filho não é mais o técnico do Goytacaz. O treinador foi comunicado pela diretoria do clube do seu desligamento nesta terça-feira, dia 12. A eliminação ainda na primeira fase da Taça Santos Dumont com uma rodada de antecedência acabou pesando na decisão dos dirigentes. Enquanto um novo treinador não é anunciado pela direção, o volante Ricardo Bóvio assume interinamente a função.

A diretoria espera que a troca no comando técnico traga novos ares ao clube e que a equipe recupere o seu bom futebol para voltar a brigar pelo acesso no segundo turno. Há um entendimento geral de que o time não vinha rendendo tudo que podia e a troca de treinador é justamente para tentar recuperar o bom futebol do time na reta final da competição.

Contratado no início do ano, Rubens Filho comandou o Goytacaz em oito oportunidades no Campeonato Carioca da Série B. Nesse período, o treinador somou três vitórias, um empate e quatro derrotas, o que totaliza um aproveitamento de aproximadamente 41,7% dos pontos. A diretoria nunca escondeu que o principal objetivo do clube na temporada é o acesso para a Série A do Carioca. Eliminado precocemente na primeira fase, o time agora só tem mais uma chance de atingir o objetivo, conquistando o título do segundo turno. Caso não conquiste a Taça Corcovado, a equipe teria que ter a melhor campanha somando os dois turnos para entrar no triangular decisivo e seguir brigando pelo acesso.

A diretoria ainda não anunciou o nome do provável substituto de Rubens Filho. A tendência é que o novo treinador só seja anunciado na próxima segunda-feira, dia 18. Até lá, quem comanda o time é Ricardo Bóvio, um dos ídolos da história recente do Goytacaz. O fato curioso é que Bóvio continuará exercendo o seu papel de jogador.

A estreia de Ricardo Bóvio como treinador será nesta quarta-feira, dia 13, quando o Goytacaz recebe o Olaria, às 15 horas, no Estádio Ângelo de Carvalho. O Alvianil da Rua do Gás já não briga por mais nada na competição, mas ainda assim é uma oportunidade de se despedir do turno deixando uma boa impressão, com vitória. Já o adversário segue com chances de classificação e chega pressionado, precisando vencer.

Autor: Sérgio Barcellos

Foto: Carlos Emir


 

Mais lidas do mês