Mídias Sociais

Esporte

Ailton Ferraz tenta explicar vexame histórico do Fluminense em São Paulo

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Fluminense sofreu na noite da última quarta-feira a sua maior goleada dos últimos 15 anos. O Tricolor das Laranjeiras foi atropelado pelo Corinthians por 5 a 0 na Arena Neo Química, em São Paulo. As duas equipes estão entre as que disputam uma vaga para a próxima edição da Copa Libertadores da América.

A última goleada sofrida pelo Fluminense com uma diferença de cinco gols aconteceu em 2005, quando o Tricolor foi derrotado por 6 a 1 diante do Paraná pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os 5 a 0 diante do Corinthians foi também a pior derrota dos cariocas na história do confronto.

Coube ao auxiliar Ailton Ferraz a missão de tentar explicar o que aconteceu em São Paulo. Ele mais uma vez comandou o Fluminense em campo substituindo Marcão que está com a Covid-19.

"A resposta fica até difícil. Fizemos contra o Flamengo um segundo tempo muito bom. E viemos para um confronto direto e não tivemos uma resposta nos dois tempos. Sem dúvida que o sentimento é de muita tristeza. O Fluminense é um time gigante. Nós respeitamos muito o Corinthians, mas não era para tomarmos uma goleada como essa", disse o auxiliar.

Ele ainda complementou na sequência: "Uma noite para apagarmos da história do Fluminense, mas para tirar muitas lições. Para que não cometamos mais os erros. É muito triste um time que vem de uma vitória tão importante sobre um rival tomar de cinco hoje. Temos que analisar bem onde foram os erros. Sabemos que temos que levantar a cabeça dos atletas porque já temos jogo sábado. Pensar grande para ganharmos o Sport", disse Ailton.

A derrota manteve o Fluminense na sétima posição com 43 pontos. O Corinthians agora aparece logo abaixo, com 42. No entanto, vale ressaltar que o Timão tem um jogo a menos em relação ao Flu. Último time dentro da zona de classificação para a pré-Libertadores, o Palmeiras é o sexto, com 47.

Foto: Lucas Merçon

 

 

 

Mais lidas da semana