Mídias Sociais

Esporte

Abel valoriza vitória na Sul-Americana, mas lamenta oportunidades perdidas diante do Oriente Petrolero

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Vasco largou na frente na briga pela classificação na Sul-Americana. Na noite da última quarta-feira (5), o Cruz-Maltino venceu o Oriente Petrolero por 1 a 0 em São Januário, resultado que lhe coloca em vantagem no embate. As duas equipes voltam a se encontrar no dia 19, em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. O Vasco avança com vitória, empate e até mesmo derrota por um gol de diferença, desde que também balance as redes.

A vantagem conquistada no jogo de ida foi magra, mas não deixa de ser considerável. O próprio Abel Braga confessou na coletiva de imprensa que o objetivo era construir um placar melhor, para que o time tivesse mais tranquilidade no jogo de volta.

"O tamanho (da vantagem) não é o que queríamos e também não foi o que produzimos. Três bolas na trave, mas é uma equipe (boliviana) chata. O mais importante da vitória, apesar que gostaríamos de ter feito mais um gol, é que não sofremos gols. Querendo ou não, um 2 a 1 é mais perigoso do que o 1 a 0. Vão ter que sair. Não sei se eles mudam a maneira de jogar. Já vinham, mesmo jogando em casa, passando do 4-1-4-1 para três zagueiros já de repente pensando no jogo de hoje. Criaram dificuldades na saída de bola, mas acho que, com nosso volume e oportunidades criadas, merecíamos um resultado melhor", disse Abel.

A vitória foi fundamental e chegou em um momento chave neste início de temporada. O Vasco foi eliminado de forma precoce da Taça Guanabara e um resultado negativo na Sul-Americana poderia colocar muito mais pressão sobre Abel Braga ou até mesmo causar sua demissão.

"Tira um pouco do peso de todos nós (a vitória). Temos buscado, às vezes com ansiedade e desequilíbrio um pouco exagerado. Hoje você viu que ainda houve um pouquinho de ansiedade, mas foi um dos jogos em que mais criamos. Tivemos gols que nós falhamos que eram gols sem um grau de dificuldade muito grande, poderíamos ter conseguido um pouquinho mais, mas é assim que vamos sair do sufoco. É assim que vamos sair desse momento. Queira ou não foi numa vitória e agora é virar o foco novamente", encerrou o treinador do Vasco.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana