Mídias Sociais

Esporte

Abel Braga veio euforia no Flamengo após abrir boa vantagem na decisão do Carioca

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A excelente vitória sobre o Vasco traz ao Flamengo uma grande vantagem para o jogo de volta da final do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro pode perder por até um gol de diferença que ainda assim será campeão estadual. A equipe só perde o título de forma direta se for derrotada por três gols de diferença. Dois a zero ou vantagem de dois gols para o Vasco levam a decisão para os pênaltis.

Apesar da enorme vantagem, o técnico Abel Braga mantém os pés no chão. “A vitória traz confiança. Foi uma vitória em 90 minutos. Esse jogo tem 180. Alertei meus jogadores, não conquistamos nada. Se não jogar com a mesma seriedade do segundo tempo...As opções que fizemos no primeiro tempo foram horríveis. Falei isso para eles. Fizemos a última opção sempre errada. Na etapa final entramos muito fortes e tivemos uma atuação realmente muito boa”, disse Abel.

Abel também comentou a opção por mandar a campo um Flamengo com Arrascaeta entre os titulares e Diego no banco de reservas. O uruguaio foi um dos principais destaques do Flamengo na partida, dando mais mobilidade ao time.

“Esse time trabalha muito, é muito unido, muito fechado. Perdeu somente dois em 20 jogos. O que fez o Arrascaeta entrar? Vem num momento muito bom, se adaptou melhor ao grupo. No Cruzeiro demorou dois anos para assumir a titularidade. Aqui com três meses ele teve a chance. Ele não entrou porque o Diego estava mal. Entrou porque jogou muito na quinta e vem treinando muito bem. Não deixar de correr o risco. E teve uma atuação muito boa. Assim como o Diego”, analisou Abel.

Sobre o jogo de volta, Abel afirmou que ainda não pensou no time que irá mandar a campo. “Não estou pensando nada. Seria legal se alguém da direção me falasse alguma coisa. O recado está dado, não tem nada decidido. Se o gol não fosse anulado, seria melhor, 3 a 0. Liquidado não está. Um gol aos 15 minutos pode incendiar o jogo. Vamos tentar fazer o melhor para a nosssa vida”, encerrou Abel.

 Foto: Alexandre Vidal 


 

Mais lidas do mês