Mídias Sociais

Destaque

Candidata é expulsa do Enem após ir fazer a prova com seu bebê de dois dias, em Araruama

Bertha Muniz

Publicado

em

 

A candidata Guimara da Silva Quintanilha, que acabou de ser mãe nesta sexta-feira (9), foi convidada a se retirar de uma escola, no município de Araruama, neste domingo (11), com seu bebê se apenas dois dias de vida nos braços, e assim, obrigada a desistir do segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

O caso ocorreu no Complexo Educacional e Esportivo Darcy Ribeiro. Segundo a jovem, houve uma grave falta de comunicação entre coordenadores locais dos aplicadores da prova e fiscais da primeira etapa do exame.

Guimara afirmou ter comunicado na prova da semana passada que estava grávida de nove meses e, no entanto, o parto poderia ocorrer a qualquer momento. Segundo a candidata, a informação não chegou à coordenação. Neste domingo (11), a candidata este na escola para fazer a exame, mas alega ter sido impedida, por não ter como fazer a prova com o bebê.

Ainda de acordo com Guimara, os médicos da Maternidade HELagos, em Saquarema, adiantaram sua alta pelas ótimas condições tanto dela e do bebê, devido sua participação no exame.  “Acredito que situações como esta possam ser corrigidas sem destruir o sonho de ninguém de ingressar numa universidade,  muito menos de mais nenhuma mãe de família”, disse a jovem, que irá entrar com uma ação contra a banca organizadora do exame.

Comprovante de inscrição da participante no Enem 2018.

Por meio de nota, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), informou que a candidata deve entrar em contato pela Página do Participante para registrar a ocorrência entre 12 e 19 de novembro. O Inep assegurou também que todos os participantes que se sentiram afetados por problemas logísticos terão suas ocorrências analisadas.

 


 

Mais lidas do mês