Mídias Sociais

Economia

Firjan divulga nova parcial de geração de empregos no Estado com destaque para 3 cidades da região

Publicado

em

 

A Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan) divulgou, na manhã desta segunda-feira, 4 de abril, mais uma parcial da sua plataforma Retratos Regionais, que traz dados sobre a geração de empregos no Estado, com destaque para a Região Norte Fluminense.

Segundo a plataforma, que é baseada em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do governo federal, o saldo de contratações e demissões no mês de fevereiro revela, mais uma vez, a força da região na economia do Estado.

Nesta parcial, dos dados de fevereiro, o Norte Fluminense foi a 2ª região do interior que mais abriu postos de trabalho, atrás apenas do Leste Fluminense, que mistura a Região dos Lagos com a Região Metropolitana II, que tem cidades como Niterói, responsável pelo destaque da região.

Em fevereiro, Macaé, que vinha liderando os dados de geração de postos de trabalho no Estado, caiu para a 3ª posição, mas ainda com saldo positivo de 1.027 novas vagas de trabalho com carteira assinado, com destaque para os setores de Serviços e da Indústria.

Neste 2º mês do ano, Campos dos Goytacazes ficou na 10ª posição do Estado, com 350 novas vagas de trabalho, seguida de São João da Barra, com 128 novos empregos gerados, enquanto que Conceição de Macabu e Carapebus ficaram com saldo negativo.

Em Campos, o destaque foi o setor de Serviços, e de Educação, impulsionados pela a volta às aulas presenciais no município, e em São João da Barra, a Indústria foi a que mais abriu novas oportunidades com destaque para o setor de Construção.

“É interessante observar a variedade de contratações na região em fevereiro. Campos se destacando como polo educacional, São João da Barra com o crescimento da construção civil, e Macaé despontando como uma das molas propulsoras da recuperação econômica do Estado. Temos ainda uma série de investimentos públicos e privados previstos para a região: mais de 13 bilhões de reais nos próximos 3 anos, o que nos leva a crer que este é só o começo”, avaliou o presidente da Firjan Norte Fluminense (Firjan NF), Francisco Roberto de Siqueira.

Ainda de acordo com a Firjan, outras 5 cidades se revelaram como verdadeiros “eldorados de empregos” no Estado neste mês de fevereiro, com 3 delas na região do entorno da Bacia de Campos, Arraial do Cabo, Rio das Ostras, e Macaé, que têm saldos positivos de empregos acumulados de 1 ano e meio.

“Além disso, o mercado de trabalho industrial atingiu em fevereiro seu melhor desempenho desde o início da série histórica do novo CAGED, iniciada em janeiro de 2020. O feito leva em conta a visão agregada do setor, que contempla a Indústria de Transformação, Extrativa, Construção e os Serviços Industriais de Utilidade Pública, com saldo positivo em todos os grupamentos que compõem a atividade industrial do estado. Se considerados todos os setores econômicos, o Estado do Rio abriu 20.441 novos postos de trabalho formais em fevereiro, com saldo positivo nos setores de Serviços (+16.705), Indústria e Construção (+5.647) e Agropecuária (+80). Por outro lado, o Comércio (-1.991) foi o único grande setor a apresentar saldo de demissões no mês”, contou a Firjan.

Mais lidas da semana