Mídias Sociais

Destaque

Vigilância em Saúde Ambiental de Cabo Frio recebe carro fumacê

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Agentes de Combate aos vetores vão passar por capacitação nesta quarta-feira (8). 

Agentes de Combate aos Vetores vão receber nesta quarta-feira (8) uma capacitação para operar o carro fumacê e o manuseio do inseticida preconizado pelo Ministério da Saúde. O treinamento terá duração de três horas e vai acontecer no Hospital Dia, em São Cristóvão.

Logo após a capacitação, a população de Cabo Frio volta a dispor de um carro fumacê para aplicação de inseticida contra o mosquito Aedes aegypti. O veículo foi cedido ao município pelo Ministério da Saúde por tempo indeterminado e passará pelos bairros borrifando o inseticida nas localidades onde foi constatado um aumento de casos suspeitos e notificados de Dengue, Zika e Chikungunya pelo serviço de Saúde.

Os primeiros bairros contemplados serão Guarani, Palmeiras e Praia do Siqueira, das 17h30 até 20h30, lembrando que na sequência todos os bairros serão atendidos. A ação será realizada atendendo a solicitação dos moradores em razão do aumento do número de notificações das doenças, segundo dados da Secretaria de Saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta que a população deixe portas e janelas abertas quando o veículo do fumacê passar pela rua. Assim, as gotículas do inseticida chegarão até o interior da residência, onde normalmente o Aedes aegypti se abriga.

A aplicação do fumacê não é feita de forma indiscriminada. Por ser um produto químico, ele só é utilizado em períodos epidemiológicos específicos da doença, respeitando os intervalos de aplicação, de modo que a saúde da população não seja colocada em risco.

Segundo a coordenadora de Vigilância em Saúde Ambiental, Andreia Nogueira, as ações de combate ao mosquito não se restringem apenas à aplicação do inseticida. “Esta é apenas uma medida de controle da proliferação do inseto, porém as ações cotidianas devem ser intensificadas e a população deve ajudar no combate”, alerta.

O Ministério da Saúde libera o uso de inseticidas como medida preventiva em caso de surto ou epidemia de doenças arboviroses, aquelas transmitidas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, Zika vírus, febre chikungunya e febre amarela. A utilização do carro fumacê com inseticida foi liberada até que o número de registro das doenças comece a diminuir.

Orientações à população

Além disso, é interessante cobrir com plástico ou tecido gaiolas de pássaros, lavar com água e sabão os bebedouros de animais após a aplicação do inseticida e manter-se longe do veículo enquanto estiver realizando os trabalhos. Pessoas acamadas, recém-nascidos e alérgicos devem sair da área de aplicação ou permanecer em um cômodo da casa, com a porta fechada e um pano úmido na soleira da porta.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, 80% dos focos de dengue estão dentro das residências. Por isso, além das ações rotineiras de combate, como o fumacê, visitas aos imóveis, visita às obras, entre outras, a Secretaria Municipal de Saúde está realizando várias ações de sensibilização e mobilização da população através das unidades escolares de todo o município, realizando ações educativas e também de limpeza em alguns pontos críticos, com a parceria da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, Comsercaf e Secretaria Municipal de Educação .


 

Mais lidas do mês