Mídias Sociais

Destaque

Prefeito de Macaé muda estrutura da Saúde após paciente não receber atendimento na região serrana

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Um homem de 38 anos precisou de ajuda para ser removido da Unidade Básica de Saúde de Córrego do Ouro, na região serrana de Macaé, por falta de médicos e ambulâncias. O paciente estava tendo convulsões e teve que ser levado para o Hospital Trapiche, em um carro particular.

 Segundo testemunhas, os funcionários da unidade de saúde solicitaram uma ambulância, sem sucesso. Após o episódio, ocorrido na manhã desta quarta-feira (12), o prefeito de Macaé, Dr Aluizio, decidiu retirar do Hospital Público de Macaé, a coordenação do 192, o SAMU, e ainda a gestão das UPAs e do Pronto-Socorro do Parque Aeroporto.

No decreto, publicado no mesmo dia, o chefe do Executivo delegou o SAMU para a Secretaria Municipal Adjunta de Atenção Básica e a administração das Unidades de Pronto Atendimento - UPAs Barra e Lagomar, bem como do Pronto Socorro do Parque Aeroporto e Pronto Socorro da Municipal para a Secretaria Municipal Adjunta de Atenção Básica.

Segundo fontes, o prefeito estaria ‘cansado de pedir pra solucionar o problema das ambulâncias na região serrana’.  O paciente foi atendido, passou por exames complementares e já teve alta, segundo a assessoria de Comunicação do município.


 

Mais lidas do mês