Mídias Sociais

Destaque

Podemos falar em “Projeto Verão” em tempos de pandemia? Dra Giani Rambaldi afirma que sim e te mostra o caminho

Publicado

em

 

A farmacêutica especializada em fitoterapia em prol do emagrecimento saudável explica que em meio a tantas transformações impostas pela pandemia da Covid-19, as pessoas, com medo de contrair a doença, acabaram negligenciando o cuidado psicológico

Novembro é um mês emblemático para quem quer dar um up na autoestima e se preparar para o verão. É nessa época que se costuma iniciar ou intensificar os exercícios físicos para reduzir medidas. Mas esse ano vai ser diferente, pois por estarmos ainda em alerta devido à pandemia da Covid-19, há poucas expectativas de curtir uma praia ou dar uma festa na piscina quando o verão chegar. Sendo assim, podemos falar em “Projeto Verão” em plena pandemia?

Antes de tudo, faça um breve exercício de autoavaliação, se perguntando: são só as festas de fim de ano que me motivam a me cuidar? Se a resposta for “não”, então você concorda que há outras razões para iniciar o Projeto Verão. Há mais de um ano desde o surgimento da pandemia do novo coronavírus, e consequentemente a necessidade de se isolar de tudo e de todos, muitas pessoas, desde então, sofrem com a ansiedade, depressão, síndrome do pânico e outras doenças que atingem o psicológico.

E, para muitos, combater a ansiedade só comendo. E é aí que também pode surgir um inimigo perigoso, o sobrepeso. A farmacêutica, especializada em emagrecimento com fórmulas fitoterápicas, Dra. Giani Rambaldi, explica que em meio a tantas transformações impostas pela pandemia da Covid-19, as pessoas, com medo de contrair a doença, acabaram negligenciando o psicológico. “A prática de atividade física e o planejamento de refeições saudáveis, são duas saídas. Mas há o estresse, também gerado pelo isolamento ou confinamento. Sem dúvida nenhuma, a saúde sofre e muito”.

Ainda segundo a especialista, são muitos os reflexos negativos à saúde, como o aumento de peso, perda dos ganhos obtidos com a musculação no período pré-pandemia, dificuldades de retomar a atividade física e, principalmente, a ansiedade. “O ganho de peso é uma das principais consequências do pós-quarentena, e é importante agir rapidamente para recuperar a forma e a saúde”, salientou Giani.

É possível emagrecer no período da "quarentena"?

Sim, é. Segundo a farmacêutica especializada em fitoterapia em prol do emagrecimento saudável, Dra. Giani Rambaldi, que atualmente atende em Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Macaé. Para ela, em tempos de renovação, há necessidade de mudanças de hábitos. Os nocivos à saúde devem ser abandonados, imediatamente. Ainda de acordo com ela, com a pandemia, muitas pessoas engordaram devido à ansiedade. “Todas essas mudanças criaram um cenário atípico, e o inimigo perigoso também surgiu, o ganho de peso ou sobrepeso”, explicou.

A farmacêutica também afirmou que os transtornos psiquiátricos são provocados pelo estresse. "E o que se está vivendo nesse último ano é uma situação de estresse. É óbvio, vai haver um grupo que consegue lidar com essa situação, chamado resiliente, e um grupo mais suscetível, que acaba adoecendo, ou apresentando essa sintomatologia”, destacou.

As pessoas possuem o costume de recompensar seus momentos de estresse com comida. “É como se fosse uma fuga da realidade, as pessoas chegam em casa depois de um dia difícil e atacam a geladeira. É como se fosse uma forma de se recompensar pelo dia que tiveram. Sem que percebam, essas atitudes levam ao ganho de peso e consequentemente a obesidade”, enfatizou.

Atendimento personalizado para cada paciente

Dra Giani trabalha com atendimento personalizado, uma vez que cada indivíduo tem suas necessidades, e dessa forma tem conseguido eliminar de vez a compulsão alimentar gerada, na maioria das vezes, por fatores que desencadeados pela tal ansiedade. A farmacêutica utiliza componentes associados a ansiolíticos naturais que auxiliam no processo da redução da ansiedade.

“Procuro inserir componentes que amenizam a ansiedade, como o Triptofano, controlando a compulsão por comida, acelerando o metabolismo, e promovendo um emagrecimento saudável, sem efeitos colaterais e o indesejado "efeito sanfona", devido a ser um tratamento natural”, conclui Giani.

Procura por medicamentos ansiolíticos aumentou durante a pandemia

Os medicamentos da classe dos ansiolíticos são considerados verdadeiros aliados para muitas pessoas que precisam ‘cuidar’ da mente. E a pandemia também veio para isso. Cuidar da mente, do emocional e psicológico. Desde o início da pandemia, em março do ano passado, a procura por medicamentos ansiolíticos, hipnóticos, estabilizadores de humor ou antidepressivos, aumentou, em alguns casos, em até 80%, segundo o Ministério da Saúde.

Farmacêutica já ajudou mais de seis mil pessoas a perderem peso

Dra Giani já ajudou mais de seis mil pessoas a perderem peso. Segundo ela, os resultados foram extremamente positivos com a utilização das fórmulas fitoterápicas. “Os resultados só não foram positivos para quem quer comer e emagrecer”, afirmou. Atendendo em Macaé e região há cinco anos, a farmacêutica e especialista em emagrecimento, destacou ainda que as fórmulas prescritas por ela, não são controladas e não causam dependência química.

“Com o meu método, ou seja, as fórmulas fitoterápicas, pessoas hipertensas, diabéticas, por exemplo, podem fazer o tratamento, já que as fórmulas são naturais e não possuem contraindicações. Acredito que o sucesso esteja ai, da fórmula não causar nenhum efeito colateral ao paciente. Porque é um tratamento totalmente natural, com fitoterápicos. As pessoas conseguem emagrecer de forma saudável”.

As fórmulas feitas pela Dra. Giani são cápsulas de drenagem, detox, sendo este muito procurado, principalmente no verão. Há também fórmulas voltadas para flacidez e celulite, criadas recentemente, de acordo com a especialista, além do colágeno e fórmulas para gordura localizada, para diminuir abdômen, composto criado especialmente para quem pratica atividade física. A farmacêutica explica que o detox funciona como um antioxidante e ajuda na parte da remodelação do corpo.

“O detox diminui a gordura localizada, como no abdômen, quadril. Essa ação antioxidante ajuda a diminuir os edemas, retenção de líquido, inchaço. O detox é utilizado pelo paciente durante alguns dias, de acordo com a necessidade.

Ainda dá tempo de emagrecer para o próximo verão!

Tudo é uma questão de esforço, segundo a farmacêutica Dra, Giani. Estamos em novembro, ou seja, a um mês do início do verão, mas se a pessoa quiser emagrecer neste período, consegue sim. “Consegue sim perder peso neste período de um mês. É possível perder de quatro a cinco quilos. Então, dá para secar sim. Mas é claro que é preciso contribuição da pessoa, fazendo atividade física, alimentação regrada e até mesmo fazer uma reeducação alimentar. É preciso ajustar os hábitos, para ter um resultado positivo. Procurar também um profissional qualificado, principalmente para fazer dieta, é importante”, explicou.

Os vilões do emagrecimento durante a pandemia

Ficar em casa nesse mais de um ano de pandemia realmente, para muitos, não foi e não está sendo nada fácil. Principalmente para aqueles que engordaram ou que engordam devido à quarentena. A farmacêutica Dra. Giani explicou que muitos são os vilões do emagrecimento em tempos de pandemia.

“Ansiedade, o estress, o home office, a preocupação de ter que ficar em casa e não poder sair, são fatores importantes para o ganho de peso, além do sedentarismo, hábitos alimentares ruins, também são vilões. Mas podemos melhorar tudo isso com o tratamento fitoterápico. É preciso começar fazendo uma atividade física, pois a pessoa passará a ter mais disposição com as fórmulas, vai cuidar mais da alimentação do dia a dia também”. Os clientes da Dra. Giani Rabaldi, tem só o que comemorar com o tratamento e os resultados positivos obtidos.

“Os resultados positivos não param. A cada dia que eu atendo um paciente, uma nova conquista. Recentemente, atendi uma paciente que tinha muita dificuldade de emagrecer, pois tem hipotiroidismo e problemas no joelho que a impedem de praticar atividade física. Quando ela chegou no meu consultório, estava com 102 quilos. Depois do tratamento com as fórmulas, está com 74 quilos, o peso ideal para ela. Conseguimos diminuir o peso dela, que melhorou também o metabolismo da paciente e a ansiedade. Ela descontava tudo na comida, mas isso melhorou praticamente 100%. Ela perdeu muita medida de abdômen. Ela teve excelentes resultados e está no processo de término do tratamento”, concluiu.
Serviço:

Consultório Rio das Ostras

Clínica Loren Clin Medicina e Estética
Rua Pernambuco, 77- Extensão do Bosque
WhatsApp: (32) 99907-7123

Consultório Macaé

Galeria Carapebus, bloco A, sala 202, Centro-Macaé.
Tel: 22 – 3051-1218.
WhatsApp: (32) 99907-7123

Mais lidas da semana