Mídias Sociais

Destaque

Em Macaé, segunda dose da vacina contra o HPV já está disponível

Publicado

em

 

Devem tomar a vacina homens e mulheres entre 15 e 26 anos.

Em Macaé, a segunda dose da vacina contra o HPV já está disponível. Devem ser vacinados homens e mulheres, entre 15 e 26 anos. Este grupo faz parte da ação que o Ministério da Saúde realizou em agosto, quando ampliou temporariamente a faixa etária de imunização.

A este grupo, (15 a 26 anos) são destinadas três doses da vacina. A primeira aconteceu em agosto, a segunda dois meses depois e a terceira, seis meses após a primeira dose. É importante que o usuário leve o comprovante de vacinação. Todas as pessoas que receberam a primeira dose em agosto, terão assegurada a complementação do esquema vacinal.

Em Macaé, a estratégia temporária de ampliação foi adotada no período de 21 a 25 de agosto, quando foram vacinadas, 2.500 pessoas. Após este período, o órgão federal encerrou a imunização desta faixa etária.

 Rotina

A vacina contra o HPV está disponível na rede pública desde 2014 e faz parte da rotina de imunização para os grupos definidos pelo Ministério da Saúde: meninas de 9 a 14 anos e meninos com idade entre 11 e 14 anos. Homens e mulheres de 9 a 26 anos, vivendo com HIV/Aids, transplantados de órgãos sólidos, de medula óssea ou pacientes oncológicos de 9 a 26 anos de idade com prescrição médica.

A vacina é segura e a principal forma de prevenção contra o aparecimento do câncer de colo de útero, classificado como a quarta maior causa de morte de mulheres no Brasil. Meninos e meninas devem tomar duas doses da vacina de HPV, com intervalo de seis meses entre elas.

A vacina contra o HPV contribui para redução da incidência do câncer de colo de útero e vulva nas mulheres. A imunização também previne câncer de pênis, ânus, verrugas genitais, boca e orofaringe.

A vacina está disponível na Casa da Vacina, localizada na Rua Antero Perlingeiro, 76, Centro, nas unidades de Estratégia Saúde da Família (ESF) e no Pronto Socorro Aeroporto, Rua Curuncango, s/n°, bairro Aeroporto.

Daniela Bairros

Crédito: Ana Chaffin

Mais lidas da semana