Mídias Sociais

Cultura

Tradição em Búzios, Feira Nordestina completa três anos nesse São João

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

Quem, ao visitar o balneário mais charmoso do Estado do Rio de Janeiro, não conheceu a tradição nordestina presente na cidade? A Feira Nordestina de Búzios. Nesse dia de São João, nessa quarta-feira (24), a feira completou três anos de existência. E não haveria melhor data para lembrar. Devido às medidas de prevenção ao novo coronavirus, a feira não está sendo realizada desde o início da pandemia, em março.

Segundo a primeira presidente e fundadora da feira, Vera Meire Vieira dos Santos, natural do Rio Grande do Norte, mas que mora em Búzios há 24 anos, se batizou como Nordestina Buziana, o surgimento da feira se deu por vontade do prefeito, da cidade possuir comidas típicas e artesanatos do Nordeste. Mas, de acordo com ele, o projeto saiu do papel porque ela colocou a mão na massa. A Feira Nordestina de Búzios foi inaugurada no dia 24 de junho de 2017, com um público de quatro mil pessoas e com a  participação de 34 feirantes. No início, funcionava próxima à Marina, em frente à Faetec. Desde 2018, o evento era realizado na Praça do INEFI.

As pessoas que ainda não tiveram a oportunidade de conhecer as maravilhas do Nordeste Brasileiro, podem fazer um tour histórico, turístico e gastronômico na Feira Nordestina de Búzios. Segundo o atual presidente, Pedro Siqueira de Souza, a feira tem grande importância cultura, já que oferece as tradições da região nordeste em Búzios, além de gerar renda. “Atualmente, estamos com 35 feirantes e gera renda para cerca de 70 famílias. Além do próprio feirante,  têm os funcionários que trabalham ao lado deles na feira, que também possui um papel social importante. Temos uma parceria com o CREVIP, que é um Centro de Recuperação que funciona em Búzios”, explicou.

A Feira Nordestina de Búzios é realizada aos sábados e domingos e em datas comemorativas, como o Reveillon e Carnaval, mas ainda não há previsão de retorno devido à pandemia da Covid-19

 

Crédito: Ilustração

Mais lidas da semana