Mídias Sociais

Cultura

Projeto Feito pra Brincar apresenta oficina gratuita para professores e profissionais da cultura

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

Comemorando a semana dos professores e das crianças, a Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa e o Projeto Feito pra Brincar apresentam a oficina “Brincadeiras e Cultura Popular na Educação”. A oficina será gratuita e transmitida ao vivo pela internet. É destinada a profissionais da educação e da cultura que trabalham com escolas ou projetos educativos e culturais.

A oficina foi premiada pelo edital estadual Cultura Presente nas Redes de 2020 e será ministrada pelos artistas-educadores Ana Luiza Barbosa e Yuri Vasconcellos. Uma ótima oportunidade para refletir sobre a cultura das brincadeiras infantis, os artistas que registraram essa cultura e a importância de abordar esse tema nas escolas e demais projetos educativos.

Será no próximo domingo (18), às 16h, com duração de 1 hora e 30 minutos. O acesso será gratuito e livre, com transmissão ao vivo na página do Facebook do Projeto Feito pra Brincar (facebook.com/feitoprabrincar). Haverá certificado de participação para quem assistir à transmissão.

Sobre o projeto

O projeto nasceu em 2015 com o objetivo de realizar pesquisas, produtos artísticos, eventos, oficinas e cursos que valorizam a educação, as brincadeiras infantis, o patrimônio cultural, a arte e o meio ambiente. Há anos desenvolve oficinas e cursos de formação continuada para professores e agentes culturais sobre as temáticas pesquisadas. Foi idealizado pelos artistas-educadores Ana Luiza Barbosa e Yuri Vasconcellos e conta com a parceria do renomado artista plástico Ivan Cruz.

Sobre o edital Cultura Presente nas Redes

O edital é realizado pela Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, com o objetivo de fomentar propostas culturais que possam ser executadas e transmitidas via internet por artistas em todo território fluminense. O edital premiou os projetos selecionados com recursos do Fundo Estadual de Cultura.

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana