Mídias Sociais

Cultura

Jornalista de Macaé lança na próxima terça-feira (03) livro de “Crônicas do Bordalo”

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

 

O cronista e jornalista de Macaé, Alexandre Bordalo, lançará na próxima terça-feira (03), o livro “Crônicas do Bordalo”. A obra possui 43 textos que tratam de humor, espiritualidade, otimismo, superação, gratidão, descontração e brasilidade, abordando o cotidiano. Há ainda textos que emitem conforto e consolo para pessoas doentes como, por exemplo, as crônicas “Bom Humor” e “Vida Nova.  O lançamento será às 19h, na Pizzaria Cuccina Sorage, na Imbetiba.

Segundo Bordalo, uma das crônicas escritas, “A esperança”, trata de um novo caminho a desempregados. Outro texto mostra que, apesar de dificuldades e sofrimentos, existe um ‘Oásis no deserto’, título de uma das crônicas. A obra também oferece motivação e entusiasmo espiritual, por meio da crônica “A vida é uma repetição”.

Ainda segundo o autor, a obra traz ainda uma experiência otimista no texto “Tudo vai dar certo”. Nesse livro há textos bem-humorados, que refletem descontração, como em “Gosto não se discute”, “A médica”, “O filme”, “A surpresa”, “Psicose”, “A Mega-Sena”, “Banhista doidão”, “A música” e “Twist and Shout”.

Ainda há no livro ‘Crônicas do Bordalo’ pinceladas de brasilidade nas crônicas ‘Autoestima nacional’ e ‘O Dilema’.  O sentimento de gratidão e bem-estar interior também se repete em ‘A raiz’ e ‘Caminho para alcançar a felicidade’.

Até assuntos sobre os traumas pós-segunda Guerra Mundial foram tratados na crônica 'A imigrante', por intermédio de personagem judia, que emigrara para o Brasil em 1945, após esse conflito internacional.

"Que todos tenham boa leitura e que ocorra com as pessoas a realização de um termo presente na maioria das crônicas, que é o bem-estar interior. Essa sensação é a melhor coisa do mundo! Nos textos, isso se dá com personagens e leitores. Grande abraço e Shalom", comentou o autor, que está no seu segundo livro - o primeiro foi o "Laços de História".

Com 24 ilustrações e capa do ilustrador Ed Meirelles, a obra conta com comentários da ativista cultural Sandra Whytt, fotografia de João Barreto e foi escrita durante um ano e dez meses, entre setembro de 2015 e julho de 2017.

Sobre Alexandre Bordalo

O cronista e jornalista Antonio Alexandre Pacheco Bordalo, de 54 anos, é graduado desde 1990, quando concluiu o curso de Comunicação Social na PUC, no Rio. Em Macaé, atua há 29 anos como jornalista e servidor da prefeitura. Seu primeiro livro, "Laços de História",  aborda assuntos de História do município de Macaé.

Crédito: Bruno Campos

Mais lidas da semana