Mídias Sociais

Cultura

Em Macaé, projeto “Quintas no Museu” tem atraído visitantes ao Solar dos Mellos (Museu da cidade)

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Próxima edição do evento será no dia 7 de fevereiro. No local, gastronomia da cidade, representantes do artesanato de Macaé. Público pode conhecer toda história do município.

 

Daniela Bairros

O Solar dos Mellos, também conhecido como Museu da cidade de Macaé, abriu as portas para o público por meio do projeto “Quintas no Museu”. A iniciativa tem atraído, cada vez mais, visitantes ao local. A próxima edição do evento será no dia 7 de fevereiro e, pelo projeto, o Solar dos Mellos recebe a gastronomia ambulante da cidade, representantes do artesanato local, e principalmente, “curiosos” em conhecer a história de Macaé. A visita ao museu é guiada por historiadores aos acervos.

Segundo a secretaria de Cultura, novas ações em 2019 estão previstas, com o objetivo de tornar o museu e a memória da cidade ainda mais atraentes.

A agenda de todos os projetos será aberta na segunda semana de fevereiro, e no dia 21, a Secretaria de Cultura vai promover, no Solar dos Mellos, a abertura do carnaval da cidade com o tradicional “Baile de Máscaras”. Em março, uma nova ação se juntará ao projeto Quintas no Museu: o Encontro com a Memória Afetiva.

Além da oportunidade de conhecer toda a história de Macaé por meio dos acervos e historiadores, o público aprende também Educação em Empreendedorismo. No dia 7 de fevereiro, em parceria com o Sebrae, será realizada a primeira oficina: “Sei Clicar”. A iniciativa vai mostrar as ferramentas fundamentais que a internet disponibiliza para a expansão de negócios.  No dia 14 de fevereiro, a “Sei Planejar”, com o objetivo de assegurar os melhores resultados que atendam as expectativas e metas do microempreendedor. Depois serão a “Sei Comprar”, no dia 21 de fevereiro, que aborda sobre a relação com fornecedores, e a “Sei Vender”, no dia 28, que vai apresentar conceitos de marketing e vai tratar da adequação dos produtos e serviços às demandas do mercado.

 Encontro com a Memória Afetiva

Colecionadores de Macaé de vários tipos de documentos históricos, como postais, anúncios de jornais, inclusive fotografias raras e inéditas de fatos históricos da cidade, participarão da nova proposta. Os colecionadores vão falar sobre as peças que colecionam.  São artigos muito importantes, entre eles alguns adquiridos em leilões. O colecionador Alfredo Manhãs será o primeiro a mostrar o seu acervo que será digitalizado. O convidado fará uma palestra comentando sobre o contexto do documento histórico que vai ser apresentado em Datashow ao público durante as tardes do ‘Quinta do Museu’. Algumas pessoas vão poder rever a sua história, outras irão para conhecer momentos da história da cidade. O acervo digitalizado de cada colecionador passará a integrar o acervo permanente do Solar dos Mellos e, portanto, estará disponível para consulta pública e pesquisas. Isto será possível também devido a um outro novo projeto, o do site do Solar dos Mellos, que democratizará, por meio da internet, toda a coleção histórica da instituição. O lançamento do site está previsto para maio.

Além das novidades, os pedidos de “reprises” das oficinas de sucesso oferecidas no ano passado, como a da tecelagem Círculo, serão atendidos e entrarão na programação de 2019.

Visitas guiadas e Lugares de Memória

A partir da segunda semana de fevereiro também terão início os agendamentos para os projetos ‘Visita Guiada’ e ‘Lugares de Memória’, que integram o ‘Programa de Educação Patrimonial’ do município. A marcação de grupos em companhia de historiador  deverá ser feita pelo telefone 2759-5049.

Todas as atividades que acontecem no Solar dos Mellos, localizado na Rua Conde de Araruama, 248, Centro, são gratuitas.

Crédito: Maurício Porão

 

Mais lidas da semana