Mídias Sociais

Cultura

Em Campos, exposição abre no dia 23 comemorações dos 18 anos do Arquivo Público Municipal

Daniela Bairros

Publicado

em

 

“Memórias da Imigração: A Colonização Sírio-libanesa" será apresentada aos campistas

Daniela Bairros

Em Campos dos Goytacazes, o Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho abre na próxima quinta-feira (23), exposição em comemoração aos 18 anos do Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho. A mostra “Memórias da Imigração: A Colonização Sírio-Libanesa será apresentada aos campistas, além da prévia do documentário do projeto, produzido em parceria com a TV Câmara. O evento contará com a presença do Cônsul Geral do Líbano no Rio de Janeiro, Alejando Bitar.

A exposição reúne material compilado no processo de produção do documentário de mesmo nome, com material dos familiares de imigrantes e documentação levantada no Consulado Geral do Líbano e no Arquivo Nacional.  Entre os entrevistados, está o Cônsul Geral do Líbano no Rio de Janeiro, Alejandro Bitar, que recebeu a equipe do Arquivo no Consulado. A entrevista enfatizou a importância do projeto para a preservação da memória na cidade, como ressaltou  Rafaela Machado, historiadora do Arquivo Público Municipal. “Os sírio-libaneses têm grande influência na cidade, principalmente, no comércio, nas tradicionais ruas João Pessoa e Barão de Amazonas, por exemplo. Tem sido muito gratificante este trabalho devido às descobertas que temos feito. Campos tem a maior colônia libanesa do interior do estado do Rio. O Cônsul do Líbano no Rio de Janeiro virá prestigiar este trabalho, justamente, por entender a importância do resgate, a importância desta colônia no interior do estado”,  comentou Rafaela.

O Arquivo Público é referência para pesquisadores, com acervo que inclui coleção dos principais jornais editados em Campos, documentação cartorária da Câmara Municipal e do Sindicato do Açúcar, além da documentação produzida pela Prefeitura de Campos e coleções particulares. Mas, neste aniversário de 18 anos, o Arquivo comemora também a consolidação como uma instituição de produção de pesquisas.

O Arquivo Público funciona no Solar do Colégio, que fica localizado na Rodovia Sérgio Viana Barroso, em Tócos, na Baixada Campista.

Crédito:  Divulgação/Lívia Nunes

Mais lidas do mês