Mídias Sociais

Cultura

Em Cabo Frio, exposição de fotos do Projeto Albatroz é inaugurada no Terminal Transatlântico

Publicado

em

 

Mostra foi aberta oficialmente nesse domingo (25), quando foi iniciada também a temporada oficial de verão em Cabo Frio.

Da redação

 

A temporada de verão em Cabo Frio, na Região dos Lagos, foi aberta oficialmente nesse domingo (25) e, com ela, o Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras, com apoio da Prefeitura de Cabo Frio e da Secretaria de Turismo. A exposição de fotos do Projeto Albatroz: Conservando a biodiversidade marinha” foi aberta durante evento que teve performances artísticas de atores e malabaristas santistas e também do cantor Vinicius Santa Rosa. A solenidade contou ainda com a presença do prefeito, Dr. Adriano Moreno. A programação foi realizada no Terminal Transatlântico, que fica no final da Avenida Assunção, na Passagem.

O acervo da exposição conta com 16 imagens registradas pelos fotógrafos Luciano Candisani, da Revista National Geographic; Fabiano Peppes e Dimas Gianuca, integrantes do Projeto Albatroz; além de Guy Marcovaldi, coordenador nacional do Projeto Tamar. Registradas durante embarques marítimos e visitas aos longínquos santuários de reprodução das aves, as fotos retratam a majestade dos albatrozes durante o voo, interação com os barcos pesqueiros e também os profissionais que trabalham no duro ambiente marinho. No local também está exposta uma réplica de um casal de albatrozes viajeiros em tamanho real. Essa é uma das maiores espécies de aves oceânicas do mundo, que pode chegar a cerca de 3,5 metros de uma ponta a outra e viver por mais de 50 anos.

Com a exposição instalada no ponto turístico, localizado às margens do Canal do Itajuru, a expectativa é que milhares de turistas, brasileiros e estrangeiros, conheçam mais sobre a ave oceânica ameaçada de extinção e sua conservação. Principalmente durante a temporada de cruzeiros e de férias. “A chegada da exposição em caráter definitivo para o Terminal Transatlântico é de suma importância, porque o local recebe diversos navios de visitantes e também é aberto à visitação, o que aumenta a visibilidade do Projeto e faz com que a mensagem de conservação atinja mais pessoas”, afirmou  o colaborador do Projeto Albatroz em Cabo Frio, Eduardo Pimenta.

Crédito: Ascom/Cabo Frio

 


 

Mais lidas do mês