Mídias Sociais

Cultura

Cabo Frio completa 403 anos de fundação nesta terça-feira, 13

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A sétima cidade mais antiga do Brasil completa nesta terça-feira, (13), 403 anos desde a sua fundação. Para celebrar a data, a Prefeitura de Cabo Frio planejou uma série de atividades.

De acordo com o Prefeito, Dr. Adriano, a celebração este ano terá um tom mais tradicional. “Estamos no início da nossa caminhada frente ao governo municipal. E diante do cenário em que encontramos a cidade, precisamos fazer cortes e eleger prioridades,  como colocar em dia o pagamento de todos os servidores, alguns com direitos trabalhistas em aberto desde 2005. Por esse motivo optamos por uma comemoração mais tradicional e familiar”, explicou o prefeito.

A programação começa às 7h com alvoradas em Cabo Frio e Tamoios com as bandas Santa Helena e XIII de Novembro. Às 8h30 acontece a solenidade de hasteamento das Bandeiras em frente à Prefeitura com a presença de autoridades. Em seguida, às 9h, na Praça Porto Rocha, a equipe da Secretaria de Saúde promoverá atividades com recreação e atendimento odontológico.

A festa também terá a presença de Papai Noel: às 14h tem chegada do “bom velhinho” no Ginásio Poliesportivo de Tamoios, e às 17h na Praça Porto Rocha, no Centro de Cabo Frio. Encerrando a programação, às 19h tem retreta com as bandas XIII de Novembro e Santa Helena. Em Tamoios os músicos sairão do Ginásio, e em Cabo Frio da Praça Porto Rocha.

Além da programação oficial, outras atividades também acontecerão em comemoração ao aniversário de 403 anos de Cabo Frio. Também no dia 13, às 10h, a Secretaria de Cultura vai promover o projeto “Música na Fonte”, que acontecerá na Fonte do Itajuru com o músico Júnior Carriço, o grupo Capoeira Ilê, e participação do projeto “Vozes da Rua”. A entrada é gratuita e aberta ao público de todas as idades.

Já a Secretaria de Turismo promoverá o projeto “Caminhos da História Especial”, com trajetos a pé, de ônibus e de barco, pelos principais pontos turísticos e históricos de Cabo Frio. A ação será coordenada pela Superintendência de Turismo Histórico e Social, em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana, com o curso presencial de História da Universidade Estácio Cabo Frio, Auto Viação Salineira e a Associação de Passeios de Barcos de Cabo Frio. A primeira modalidade de passeio começa na Praça Porto Rocha, às 9h, com embarques, de hora em hora, em ônibus cedido pela Auto Viação Salineira para a visitação aos pontos históricos da cidade. O roteiro inclui Forte São Mateus, bairro da Passagem, São Bento e o Largo de Santo Antônio. As saídas acontecerão das 9h às 11h e das 14h às 16h.

Para quem curte uma caminhada, o Caminhos da História Especial terá duas edições, uma às 10h e outra as 14h. A saída será da Praça Porto Rocha e segue contando a história da Igreja Nossa Senhora da Assunção, Charitas, Praça Dom Pedro II, Rua Érico Coelho, Convento Nossa Senhora dos Anjos, Fonte do Itajuru e Morro da Guia, com subida até a capela.

A novidade deste dia, será os passeios de barco, que irão acontecer gratuitamente pelo Canal do Itajuru, contando a história da cidade. A  primeira saída está programada para às 11h e a segunda às 15h, com capacidade para 80 passageiros em cada embarque. A saída será do Terminal de Passeio de Barcos, no Boulevard Canal, e as vagas serão distribuídas por ordem de chegada;

"A ideia é oferecer a moradores e visitantes um dia especial, com atividades ao longo do dia, onde o público poderá aproveitar três diferentes modalidades de passeios históricos, todos gratuitos e abertos a todas as idades”, explicou o superintendente Paulo Cotias.

Sobre a cidade -  Hoje, a cidade de Cabo Frio é um grande centro turístico com inúmeros hotéis e pousadas para receber turistas nacionais e estrangeiros. Visitantes esses, que chegam ansiosos por conhecer as famosas praias da cidade, além é claro dos patrimônios históricos, que rodeiam a cidade, que é uma das mais antigas do Brasil.

Cabo Frio foi descoberta por Américo Vespúcio em 1503, tendo sido alvo constante de ataques piratas franceses e holandeses na exploração do pau-brasil que era de excelente qualidade. Habitada pelos índios tamoios, os portugueses procuravam a ajuda deles para a exploração do local.

O domínio da região foi estabelecido em 1556 com a construção de uma feitoria chamada “Casa da Pedra”, onde hoje encontramos São Pedro da Aldeia.

Em 1615 foi fundada a cidade de Nossa Senhora de Assunção do Cabo Frio e logo depois foi construído o Forte de Santo Inácio no local da Casa da Pedra. Em 1620, o então governador de Cabo Frio, Estevão Gomes, ergueu o Forte de São Mateus.


 

Mais lidas do mês