Mídias Sociais

Cultura

5ª edição do Festim Macaé abre inscrições para 2021

Avatar

Publicado

em

 

Daniela Bairros

Um grande importante evento cultural, o Festival de Esquetes de Macaé (Festim) Artes Integradas, abriu as inscrições para sua quinta edição e vem com muitas novidades.

Contemplado pela Lei Aldir Blanc, o festival, neste ano, terá formato de exibição online e presencial, com transmissão ao vivo pelas plataformas digitais. Serão artistas convidados, mostra competitiva de teatro ao vivo, exposição fotográfica e a Campanha Festim Solidário.

Serão distribuídos mais de R$ 15 mil em cachês e prêmios. O Festim irá acontecer de 05 a 18 de abril de 2021, nas plataformas digitais e transmissão ao vivo do Teatro do Sindipetro.

Para o produtor e  diretor  geral do Festim, Aldebaran Bastos, além de toda equipe de produção, é uma alegria muito grande ter sido contemplado pela  Lei Aldir Blanc. Ele atribui a conquista a todo empenho e dedicação de toda uma rede, formada por agentes culturais, artistas, produtores, companhias de teatro de todo o Brasil, entusiastas, e empresas parcerias que sempre apostaram na realização desse festival. “Com esse prêmio de patrocínio que ganhamos, percebo que   estamos no caminho certo, sem dúvidas, para a promoção de políticas públicas de afeto à cultura, difusão, promoção das artes integradas e o alcance gratuito da população aos eventos culturais. Mas do que nunca, Macaé e cidades vizinhas, precisam de ações emergentes para atender a demanda cultural da região que é riquíssima”, ressaltou.  promovermos políticas públicas de cultura”, ressaltou. Para Aldebaran, o Festim foi contemplado pela Lei Aldir Blanc devido, ao sucesso também das quatro edições anteriores. “O Festival de Esquetes de Macaé movimenta participações de todo o Brasil. Em 2020, realizamos uma edição especial online, o Festim Quarentena Poética Poesia ao Vídeo, evento realizado em julho. Tivemos mais de 120 inscrições e trabalhos artísticos, vindos de várias partes do Brasil e fora do país, como Canadá, Índia e Chile. Desta forma, percebemos o alcance do festival e seus impactos positivos para a formação de novas plateias e o reconhecimento da cidade com algo de valor cultural verdadeiro. Sentimos que a cidade, a cada ano, abraça e reconhece o Festim como parte da sua identidade cultural”, enfatizou.

Toda programação online será realizada e transmitidas pelas plataformas do instagram, acebook e youtube (@festim_festival).  Já as apresentações ao vivo, serão realizadas no Teatro Sindipetro Macaé e transmitidas online e gratuita para todos. “Ficamos muito felizes em poder realizar as apresentações presenciais do festival no Teatro Sindipetro Macaé. Fomos muito bem recebidos pela direção do sindicato e firmamos mais esta parceria. Muito bom saber que esses espaços também querem e lutam por políticas públicas culturais de qualidade para a região”.

Além da premiação em dinheiro de mais de R$ 15 mil, o Festim também gera emprego para profissionais da área, entre técnicos de artistas, criando uma oportunidade de geração de renda.

Diferente das outras edições, este ano todos os selecionados e convidados receberão cachês, além do pagamento pelo trabalho de tantos profissionais envolvidos, em média, entre equipe e artistas, serão mais de 80 pessoas.

A 5ª edição do Festim será realizada de 05 a 18 de abril. E, ainda de acordo com Bastos, o objetivo é expandir o festival., transformando-o em um evento de promoção das artes integradas, com convidados de vários segmentos da arte.

Neste ano, uma das novidades do festival, será a 1ª Exposição Fotográfica do Festim, que será realizada  de 22 de março a 18 de abril, na Galeria Carapebus, no Centro de Macaé, com entrada gratuita.  Na exposição, serão retratadas todas as edições do Festim.

No mesmo período da exposição, como já é tradição,  será realizada ainda a Campanha Solidária do Festim, com arrecadação de donativos que serão revertidos às instituições sociais do município.

No ano passado, a edição especial online do festim, durante o período da quarentena em julho, abordou poesia ao vídeo, que foi sucesso de público e crítica. “Recebemos mais de 120 inscrições de vários lugares do mundo, todos com trabalhos de excelência e qualidade. Devido ao sucesso da edição online, neste ano, vamos continuar com o formato virtual e também presencial”.

As inscrições para a 5ª edição do Festim já foram iniciadas. Para mais obter mais informações, é só acessar o link  (https://linktr.ee/FESTIM2021). Podem se inscrever grupos ou artistas independentes de teatros nacionais e internacionais.

Para a seleção, a curadoria dos grupos inscritos será feita por uma comissão composta por profissionais da área teatral. Serão selecionados trabalhos inscritos, sendo até 10 esquetes para compor a programação competitiva do festival, além de convidados online e ao vivo.

As apresentações presenciais, que serão realizadas no Teatro Sindipetro, irão seguir todos os protocolos recomendados para prevenção à Covid-19. Não serão permitidas plateias. As apresentações presenciais serão entre os dias 05 e 18 de abril, a partir das 20h.

Durante a semana, serão realizadas apresentações online de artistas convidados da região.

As apresentações online serão nas redes sociais do Festim, pelo instagram @festim_festival) e pela página no facebook, Festival de Esquetes de Macaé. Os grupos se apresentarão durante dois finais de semana de abril, entre os dias 10, 11, 17 e 18, sendo cinco grupos por final de semana.

“Após cada final de semana apresentado, às segundas-feiras, iremos abrir uma sala de conversa pela plataforma Zoom, com os participantes de debatedores, profissionais com amplo conhecimento e atuação nas artes cênicas. Achamos muito importante essa presença do grupo, para construção crítica e artística sobre o trabalho apresentado,   gerando assim, um maior intercâmbio entre os envolvidos, preservando o objetivo do festival. Os debatedores e jurados irão ter a responsabilidade de destacar os melhores artistas do Festim 2021, com indicação de melhor esquete, melhor texto, melhor direção, melhor ator e melhor atriz”, concluiu.

“Agradeço, mais uma vez, a todos os parceiros e incentivadores do Festim. E a equipe de produção 2021: Viviane Santos, Patrick Nunes, Marcelo Fonseca e Beatriz Siqueira, entre tantos”.

Crédito: Pedro Terra Araruna

 

 

 

Mais lidas da semana