Mídias Sociais

Cidades

Turistas devem enfrentar retenções no trânsito sentido a Região dos Lagos

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Os turistas, que escolheram a Região dos Lagos para passar a virada do ano, devem enfrentar algumas retenções para chegar até a localidade. De acordo com a concessionária responsável pela principal via de acesso entre e Região dos Lagos e a Capital, a previsão é que até o dia 02 de janeiro, 288 mil veículos passem pela ViaLagos.

O número é quase o dobro do número de veículos, que passaram pela mesma estrada durante o Natal. Número esse que já foi 11% maior que o previsto pela concessionária.

A previsão até agora é que os dias de maior trânsito sejam nesta sexta e sábado, 28 e 29, quando são esperados 44 e 46 mil veículos, respectivamente.

A CCR ViaLagos está com a Operação Verão na rodovia, iniciada nas vésperas do Natal, para atender ao aumento de 30% no fluxo de veículos  nessa época, em relação ao restante do ano. O esquema especial da Concessionária conta com equipes e viaturas do SOS Usuário Médico e Mecânico reforçadas e atuando 24h sob os olhos do CCO - Centro de Controle Operacional; Para também garantir ainda mais rapidez na liberação das pistas, em caso de ocorrências, as equipes estão baseadas em pontos estratégicos da rodovia com viaturas de inspeção, guinchos e ambulâncias UTI e de resgate. A ViaLagos também conta com três bases de atendimento ao usuário: duas localizadas no sentido Região dos Lagos, nos quilômetros 22 (ao lado da praça de pedágio – Rio Bonito) e 40 (Araruama), e uma no sentido Rio de Janeiro, no km 56 (São Pedro da Aldeia). Nesses locais, há equipes e viaturas da Concessionária, e banheiros 24h.

A Polícia Militar Rodoviária também intensificou as fiscalizações na via e o Proeis, Programa Estadual de Integração na Segurança, da Polícia Militar, atua na praça de pedágio fiscalizando a evasão de pedágio -  infração grave sujeita a multa que pode causar acidentes.

No interior das cidades da Região dos Lagos também já há registro de retenções causadas pelo grande fluxo de veículos. Por isso, motoristas e pedestres vem ficar atentos ao transitar não só pela Rodovia, como também pelas vias internas.

Mais lidas do mês