Mídias Sociais

Cidades

Tempos de Resiliência marcam o XII Fórum Artístico, Científico e Cultural da Católica Salesiana de Macaé

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Da redação

 

Com o tema Resiliência, o XII Fórum Artístico, Científico e Cultural da Faculdade Católica Salesiana foi marcado por debates e palestras voltados para os desafios sociais impostos pela Pandemia do Coronavírus.

Na noite de abertura, dia 06, a diretora geral e a vice-diretora acadêmica, Ir. Carmelita Agrizzi e Ana Cristina Lousada, deram as boas-vindas aos participantes no Canal do YouTube Salesiana Macaé. “Hoje nos unimos para compartilhar o nosso conhecimento, para crescermos também em fraternidade e em irmandade. O conhecimento só tem sentido se estiver a serviço da humanidade. E nós só marcamos presença neste mundo se de fato vivermos a frase de Francisco de Assis e do Papa Francisco: “Somos todos Irmãos”. Que, neste fórum, possamos exercer esse sentimento de irmandade e de fraternidade, partilhando o nosso conhecimento”, disse Ir. Carmelita.

“Estamos há 12 anos realizando um evento dessa magnitude. Nesta edição, um pouco diferente, de forma virtual. Esta é uma noite de muita gratidão a toda nossa comunidade acadêmica que unida está superando os desafios deste tempo, tornando-nos mais fortes. Agradeço a todos os envolvidos, e em especial à Professora Jaqueline Moura que, junto com seus alunos da disciplina de Gestão de Eventos, organizaram este forúm”, pontuou Ana Cristina Lousada.

Na palestra principal do primeiro dia do evento, com o tema “A Ansiedade de Todos!”, a psicóloga e professora mestre Cintia Craveiro ressaltou que “as respostas ansiosas são naturais e advindas de contextos que atraem essas respostas. A ansiedade não vem do nada e sim de situações aversivas, de como as pessoas se sentem perante uma situação, respondendo de forma ansiosa. A ansiedade pode ser positiva, porque tende a movimentar o indivíduo, exceto se passar de uma intensidade ou que aconteça de forma constante e que paralise”.

Já o psiquiatra e professor doutor Joelson Tavares também salientou que “todo ser humano experimenta a ansiedade e ela está relacionada ao fato de estarmos vivos e da dimensão do que está para acontecer. Assim, a ansiedade não deixa de ser uma projeção que a gente faz frente às expectativas. Nós temos a sensação de que as coisas estão sob nosso controle e aí vem a pandemia e desarma todas as construções ilusórias. Traz-nos a sensação de fragilidade, de medo, de inquietação e do quadro de ansiedade. A ansiedade não se dá porque as coisas são naturalmente incertas. A ansiedade é a marca psicológica da nossa dificuldade de lidarmos com as incertezas originárias, de tentarmos estabelecer controle sobre o que é naturalmente incerto”.

No segundo dia do Fórum, dia 07, estudantes e convidados puderam assistir às palestras sobre: “O Futuro da Cultura e das Artes pós-pandemia”, com o jornalista e professor mestre Gerson Dudus  e com a pedagoga e professora mestre Dilma Negreiros; “Publicidade, Propaganda e "fake news”,  com o jornalista e professor doutor Edgard Rebouças; “A Tecnologia e a Logística para as Organizações no momento de pandemia”, com o engenheiro metalúrgico  Leonardo Rosa e com a empresária Bia Rodrigues Carvalho; “Reflexos da Transfobia - Depressão e Ideação Suicida em pessoas Transgêneros”, com a acadêmica do 10º Período do Curso de Psicologia da Católica Salesiana, Pietra Chiron da Silva Bittencourt; a psicóloga e professora mestre, Gilzete Passos Magalhães e com o cineasta, Marcos Campello; e  “Revitalização de Campos Maduros e Descomissionamento”, com o consultor e professor especialista Mauro Destri. Além disso, puderam prestigiar a II Mostra de Trabalhos de Iniciação Científica – PIBIC Católica Salesiana e as apresentações de TCC’s de destaque dos cursos da Católica Salesiana, pela Plataforma Microsoft Teams.

“Ao escolher a temática Resiliência todo o evento foi construído em torno desse sentimento, desse comportamento. A ideia foi falar sobre nosso Eu, o estado de ansiedade que estamos vivendo e que de forma podemos exercer a resiliência. Tivemos convidados muitos especiais promovendo palestras online, além do lançamento de sorteio para os participantes do evento”, concluiu a professora da disciplina de Gestão de Eventos, Jaqueline Moura, pontuando sua gratidão pelo sucesso do Fórum com a participação de mais de 200 pessoas em cada dia.

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana