Mídias Sociais

Cidades

Em São Pedro da Aldeia, Campanha de Multivacinação começa nesta quarta-feira (14)

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação terá início nesta quarta-feira (14). A mobilização segue até o dia 30 de outubro, sendo que o Dia D da campanha será realizado neste sábado (17). Em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, apenas as unidades Centro/Mossoró e Três Vendas não estarão imunizando o público-alvo, que para multivacinação e poliomielite, é voltado para crianças de 1 ano a menores de cinco anos.

Devido à pandemia da Covid-19, a orientação é para que apenas um familiar acompanhe a pessoa que será vacinada e que sejam respeitadas as orientações de distanciamento seguro e uso de máscara. As unidades de saúde de São Pedro da Aldeia funcionam das 7h às 16h para aplicação da dose.

A campanha contra a Poliomielite é voltada para crianças de 1 ano a menores de 5 anos, que receberão a Vacina Oral de Poliomielite (VOP). Para isso, a criança já deverá ter recebido o esquema básico de três doses da Vacina Inativada de Poliomielite, a (VIP). Como prevê o calendário nacional de vacinação, menores com um ano incompleto deverão receber a VIP, de acordo com a necessidade de sua caderneta.

Com um público-alvo mais extenso, a Campanha de Multivacinação engloba crianças e adolescentes de até 15 anos, para atualização de caderneta vacinal. Ao todo, mais de 15 tipos de vacinas do calendário infanto-juvenil estarão à disposição dos moradores nas unidades de saúde e na Sala de Vacinas.

A prefeitura de São Pedro da Aldeia informou que a cidade seguirá vacinando o público-alvo até o fim da campanha, portanto, não há necessidade de aglomerações nas unidades de saúde.

Sarampo

Além da campanha voltada à imunização contra a Poliomielite e a atualização de caderneta infanto-juvenil, a população também poderá contar com um esquema vacinal de intensificação contra o Sarampo. População na faixa etária de 20 anos de idade a 49 anos poderá ser vacinada de forma indiscriminada, contribuindo para a redução do risco de disseminação e adoecimento pela caxumba, rubéola e sarampo. Já os grupos de faixa etária de 06 meses a 19 anos de idade e de 50 a 59 anos de idade; serão vacinados de forma seletiva, após avaliação na unidade.

Crédito: Renato Fulgoni

Mais lidas da semana