Mídias Sociais

Cidades

Em Iguaba Grande, vacina contra o sarampo está sendo aplicada nas unidades de saúde até dia 30

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

 

Oito Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Iguaba Grande, na Região dos Lagos, está disponibilizando a dose da vacina contra o sarampo. Na última segunda-feira (05), a Secretaria de Saúde do município iniciou a convocação para crianças e adolescentes com idade até 15 anos para que sejam vacinadas, caso ainda não tenham recebido nenhuma dose da vacina.

As unidades de saúde estão funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, até o dia 30 deste mês: UBS Centro, UBS Cidade Nova 1, UBS Cidade Nova 2, UBS Pedreira, UBS Vila Nova, UBS Boa Vista, UBS Sapeatiba Mirim e UBS Iguaba Pequena. E importante apresentar a Caderneta de Vacinação.

De acordo com a Coordenadora de Imunização da cidade, Graça Valente, a ideia é atualizar a caderneta de vacinação para aquelas crianças e adolescentes que não foram imunizadas. ‘’Caso os responsáveis tenham perdido a caderneta de vacina ou não tenham certeza se a criança já foi ou não imunizada, eles poderão procurar a UBS mais próxima de sua residência e solicitar a imunização já que a dose extra não prejudica a saúde do indivíduo”, esclareceu Graça.

O sarampo é uma doença transmitida através do contato com gotículas respiratórias contaminadas. A propagação do sarampo ocorre por meio da fala, espirro, tosse ou respiração próximo de pessoas portadoras da doença. Mas o contágio pode ser evitado com a imunização, que ocorre por meio da vacina.

De acordo com a Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT) houve queda significativa nas taxas de vacinação no Brasil, um cenário preocupante que se iniciou em 2017, quando a tríplice viral, que protege contra o sarampo, caxumba e rubéola, teve uma cobertura abaixo da meta de 95%. Ainda de acordo com a ANAMT, praticamente todas as vacinas indicadas para os dois primeiros anos de idade das crianças não atingiram a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, entre setembro e novembro do último ano: 5.660 casos de sarampo foram confirmados e 19 estados ainda estão em transmissão ativa do vírus. A maioria dos casos (90,5%) estão concentrados em 176 municípios (27%) do estado de São Paulo, principalmente na região metropolitana.

Iguaba Grande segue na contramão dos dados nacionais e, segundo Graça, o município alcançou no ano passado (2019) uma cobertura de 107% de cobertura vacinal, entretanto, os casos da doença continuam avançando, principalmente entre jovens de 20 anos. “Por isso é importante que os jovens que ainda não tenham sido vacinados procurem qualquer uma das nossas UBS até o dia 30 deste mês, de segunda a sexta, das 8h às 17h”, alertou.

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana