Mídias Sociais

Cidades

Prefeitura de Cabo Frio volta a alterar local de funcionamento das feiras livres de Tamoios

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A Prefeitura de Cabo Frio voltou a anunciar  alterações no funcionamento das tradicionais feiras livres de Tamoios. Na última semana, a mudança havia sido anunciada, mas foi adiada, após uma grande movimentação por parte dos feirantes contra a mudança.

De acordo com a Prefeitura, a partir deste fim de semana, as duas feiras do distrito, a Agropecuária e a de Artesanato, serão realizadas na Avenida Litorânea, em frente ao Espaço de Eventos, em Unamar. As duas feiras vão ocupar a orla de Tamoios, entre as ruas Corvinas e Meros, entrando na rua Pescados, fazendo um “T". Com isso, a Avenida Independência fica livre.

Ainda segundo a prefeitura, medida foi tomada em conjunto pela Secretaria de Agricultura e Subprefeitura de Tamoios, com o objetivo melhorar a fluidez no trânsito na Avenida Independência, além de garantir a segurança dos feirantes e do público.

"A mudança foi pensada no sentido de melhorar a segurança. Caso haja algum acidente na Rodovia Amaral Peixoto, por exemplo, os carros podem atingir as feiras e o público. No caso de necessidade de desvio de trânsito, as feiras impossibilitam que o desvio passe pela Avenida Independência. Com a mudança de lugar, a Avenida fica livre, desobstruída, garantindo a segurança e a fluidez no trânsito”,  explica o secretário de Agricultura, José Dias.

Outra mudança é que a feira será divida em setores. A agropecuária será realizada no sábado e a de artesanato no domingo.

 

 

Feirantes não concordam com a mudança - No último dia 30, a Prefeitura teria anunciada o primeiro planejamento de mudança, que seria em formado de "U" ocupando as ruas Pargo e Badejo. Ao serem informados desta notícia, um grupo de feirantes de mobilizou contra a mudança.

Na sexta-feira, 05, um grupo de feirantes e moradores chegou a fazer uma caminhada pacifica no bairro Unamar em protesto a decisão de alterar a organização das feiras: Gabriel Damasceno, que acontece todos os sábados, há quatro anos, na Avenida da Independência, em frente ao "Espaço de Eventos" e a feira AgroArte, que acontece há cerca de seis meses, aos domingos, também na Avenida Independência, em frente ao Loteamento Santa Margarida.

Segundo os feirantes, a mudança irá prejudicar os trabalhadores por diversos fatores, entre eles a proximidade com o mar, que pode estragar mercadorias, a redução de visibilidade e a divisão de setores.


 

Mais lidas do mês