Mídias Sociais

Cidades

Prefeito de Cabo Frio afirma que cidade ainda não registrou casos de coronavírus

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

No final da noite desta quinta-feira, 12, o Prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano, emitiu uma nota, através das suas redes sociais, informando que não há casos de transmissão da Covid-19 em Cabo Frio. A afirmação vale para possíveis casos de moradores, que poderiam ter recebido atendimento em outras unidades do país.

A nota foi necessária após divulgações nas redes sociais alarmando para um possível caso da doença tanto na UPA 24h do Centro de Cabo Frio como no Hospital Tamoios, no 2º Distrito.

Apesar disto, o município segue as medidas de  preparação e organização dos serviços de saúde, para qualquer paciente que possa apresentar os sintomas.

 

 

Vírus pode ter chegado a Região dos Lagos

 

Também nesta quinta-feira, 12, a Prefeitura de Arraial do Cabo, emitiu uma nota informando que uma moradora de Arraial do Cabo, com 72 anos, deu entrada no Hospital Geral de Arraial do Cabo com sintomas de gripe e alegando que esteve em Portugal recentemente. Por este motivo, a Secretaria de Saúde imediatamente adotou o protocolo do Estado para a possibilidade de coronavírus e a isolou em uma área especial no hospital para que não tenha contato com outros pacientes enquanto realiza os exames.

O Estado já foi acionado e os testes serão realizados conforme o protocolo de saúde nacional. Os resultados estão previstos para sair em até 48h. A Secretaria de Saúde reitera que está acompanhando o caso de perto e que as informações serão veiculadas pelos canais oficiais da Prefeitura com total transparência a fim de evitar notícias falsas que espalham o pânico e em nada colaboram com a saúde pública.

A Prefeitura de Iguaba Grande, também na Região dos Lagos, informou que recebeu a notificação de dois casos suspeitos do novo Coronavírus (COVID-19). Os dois pacientes deram entrada na Unidade de Pronto Atendimento com sintomas respiratórios e histórico de passagem por área de risco nos últimos dias. Seguindo protocolo determinado pelo Ministério da Saúde, os pacientes tiveram o material coletado para análise, enviado para o Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (LACEN-RJ) e estão sendo acompanhados por equipe altamente capacitada, bem como pelo serviço de Vigilância Epidemiológica do município.

Mais lidas da semana