Mídias Sociais

Cidades

Praias de diversas cidades da região tiveram sua balneabilidade atestada pelo INEA

Avatar

Publicado

em

 

Lagoa de Imboassica, em Macaé, está entre as localidades com a balneabilidade garantida pelo Instituto Estadual de Ambiente do Rio (INEA) neste verão para moradores e turistas da região

O Instituto Estadual de Ambiente (INEA) divulgou o Boletim de Balneabilidade das praias próprias para banho de mar na região, e a cidade de Macaé aparece com várias opções para os banhistas neste verão.

Entre os locais próprios para banho na cidade estão a Lagoa de Imboassica, no trecho próximo à Rua Anphilófilo Trindade, e as praias dos Cavaleiros, do Pecado, da Imbetiba, em frente à Rua do Sacramaento, Campista, e as do Barreto, em frente à Rua Rotary Club, e as do Lagomar, na Avenida W 24.

Segundo o INEA, porém, alguns trechos da orla macaense foram apontados como impróprios, como a faixa da Praia da Imbetiba em frente da Avenida Elias Agostinho, 500, a Praia do Forte, em frente à Rua Augusto de Carvalho, e a Praia da Barra, na altura da Avenida Luiz Lírio, 253, e da Travessa Bento Barcelos.

Atualmente, o INEA realiza monitoramento de 201 praias com 290 estações de amostragem, abrangendo um total de 22 municípios do Estado do Rio.

Em Rio das Ostras, as praias da Tartaruga, do Centro, na altura da Avenida Estado do Amazonas, mais conhecida como Rua da Feirinha, além das praias da Joana, da Areia Negro, do Remanso, de Costazul, do Mar do Norte, e a Lagoa da Coca-Cola, estão próprias para banho, enquanto a Praia do Cemitério e o trecho da Praia do Centro em frente à Rua Bento Costa Júnior, estão impróprias para os banhistas.

No distrito de Barra de São João, em Casimiro de Abreu, o Praião, a Prainha, e a faixa litorânea de Unamar, em Cabo Frio, estão liberadas aos moradores e turistas, enquanto a Praia do Pontal, o lado da Colônia de Pescadores, foi considerada imprópria.

Ainda segundo o Boletim de Balneabilidade do INEA, as praias de Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia estão todas próprias para banho. Em São Pedro, inclusive, a Organização Não Governamental (ONG) Projeto Mar Sem Lixo realizou, no último sábado, 2 de fevereiro, ações de limpeza que percorreu cerca de 15 praias da cidade.

As ações tiveram o apoio da prefeitura aldeense, do Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) e da iniciativa privada. Segundo o governo municipal, a atividade foi voltada para limpeza da Lagoa de Araruama e a conscientização do público.

Para realização dessas ações, a Secretaria de Serviços Públicos cedeu 14 funcionários, entre ajudantes, motoristas e roçadores de máquina costal, além de 2 caminhões, e equipe de Parques e Jardins, da Secretaria de Ambiente, Lagoa, Pesca e Saneamento, também esteve presente nas atividades, que recolheram cerca de duas toneladas de resíduos das praias da cidade.

“Nossas secretarias entraram nessa ação com o apoio de pessoal e maquinário, pois entendemos a relevância da atividade. A Lagoa é um dos nossos maiores patrimônios, toda ação que tenha o objetivo de preservar e cuidar tem grande importância para São Pedro da Aldeia. A Lagoa banha os municípios da nossa região, é um dever de cada governante e também da população cuidar dela”, destacou o Prefeito Cláudio Chumbinho (MDB).

De acordo com a prefeitura, as ações percorreram Praia Linda, Balneário, Praia de Tereza, Praia do Centro, Praia da Pitória, Praia do Sol, Praia do Sudoeste, Fazenda Cordeiros, Praia da Baleia, Ponta da Areia, Poço Fundo, Ilha das Pombas, Porto da Aldeia, Baixo Grande e Ponta do Ambrósio.

Mais lidas da semana