Mídias Sociais

Cidades

Petrobras mantém a produção de petróleo e gás natural em alta em julho

Avatar

Publicado

em

 

Que o setor petrolífero atravessa uma crise internacional há alguns anos, a população da Região dos Lagos e do Norte Fluminense já está mais do que acostumada a saber. Mesmo assim, a Petrobras continua mantendo sua produção em alta, mês após mês.

Nesta quinta-feira, 11, a empresa informou que os números de julho foram quase tão altos quanto os de junho, mês em que a produção de petróleo e gás natural bateu recordes, chegando a quase 3 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed).

Segundo a Petrobras, em julho, a produção se manteve próxima a do mês anterior, atingindo 2,89 milhões de barris por dia, com um total de 2,7 milhões boed produzidos no Brasil e o restante, no exterior.

A produção média de petróleo, em julho, também se manteve próxima a do mês anterior, chegando a 2,29 milhões de barris por dia (bpd) em julho, e ficando apenas 0,09 milhões atrás da produção de junho.

Pré-Sal – NA camada pré-sal, a Petrobras conseguiu manter o crescimento conseguido no mês anterior, com alta de 6% na produção em relação a junho. O resultado representa um novo recorde mensal na produção de petróleo da empresa da empresa, atingindo 1,06 milhão de barris por dia, e chegando a 1,32 milhões de barris de óleo equivalente diariamente.

“Esse resultado se deve, principalmente, à entrada em operação, em 8 de julho, do sistema de produção de Lula Central, através do FPSO Cidade de Saquarema, e ao crescimento da produção de novos poços interligados aos FPSOs Cidade Maricá e Cidade de Itaguaí, também instalados no campo de Lula”, explica a Petrobras.

Segundo a empresa, a produção de petróleo operada pela Petrobras e pelos parceiros na camada pré-sal ultrapassou, pela primeira vez, a marca mensal de 1 milhão bpd, batendo também o recorde diário, no último dia 20, quando a produção chegou a 1,11 milhão de barris.

Mais recordes – Outra que bateu recordes foi a produção de gás natural. Em julho, a Petrobras conseguiu atingir a marca de 79,4 milhões de metros cúbicos (m³) por dia, excluído o volume liquefeito, superando em 0,7% a marca de junho, que era de 78,8 milhões m³ por dia.

A alta na produção em terras brasileiras ajudou a balancear a produção externa da empresa, que ficou abaixo do volume de junho. No último mês, a produção média de gás natural no exterior foi de 16 milhões m³ por dia, ficando 7% abaixo dos 17,2 milhões m³ por dia, total alcançado no mês anterior.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana