Mídias Sociais

Cidades

Petrobras investe R$ 7 milhões em projetos na Bacia de Campos

Publicado

em

 

Em Macaé, três entidades socioambientais estão contempladas até 2020

Tânia Garabini

Em Macaé, projetos do Centro de Esporte e Educação, Navegando na Poesia e Conectora de Oportunidades receberão parte da verba de R$ 7 milhões que a Petrobras estará investindo em ações socioambientais patrocinadas na Bacia de Campos entre 2018 a 2020. No total, serão entidades de oito municípios beneficiando um total de cinco mil pessoas. Para o gerente geral da Unidade de Operações da Bacia de Campos, Marco Guerra, essa política empresarial “contribui para as comunidades onde a companhia atua e colabora para a conservação do meio ambiente e da melhoria das condições de vida".

"Os projetos, em sua maioria, são resultados de demanda das próprias comunidades do entorno, como preparação para o mercado de trabalho e atividades que estimulem aspectos de cidadania e protagonismo de crianças e adolescentes", explicou a gerente setorial de Integração Regional e Relacionamento Comunitário para Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, Marcela Silva e Souza Levigard. "Além disso, esses projetos passam por um processo de avaliação criteriosa, de apresentação de relatório, de comprovação de atividades realizadas, garantindo a qualidade das iniciativas apoiadas", complementou.

Contemplados em Macaé

Centro de Esporte e Educação - numa parceria com o Sesi-RJ. Serão ofertadas atividades in loco de educação complementar, em escolas públicas localizadas nas proximidades do bairro Lagomar, para crianças entre seis a quatorze anos, matriculadas e frequentes em escolas ou bolsistas de escolas da rede privada durante dois anos.

Conectora de Oportunidades - Investe no desenvolvimento das pessoas por meio de ciclos de formação e de mentoria. A iniciativa do Instituto de Pesquisas e Ação Comunitária (Ipac) visa capacitar 450 pessoas que residam ou trabalhem na região, estimulados a estabelecer objetivos para orientar sua vida social, educacional e profissional. A meta é capacitar 300 pessoas ao longo de dois anos, em ciclos conduzidos por facilitadores, com o apoio das áreas de psicologia e serviço social, que atuam por meio de consultas individuais, palestras e oficinas temáticas, visitas externas e rodadas de negócios e de conexões. Outras 150 pessoas serão selecionadas para o ciclo de mentoria que promoverá turmas de orientação e acompanhamento para o desenvolvimento profissional, palestras temáticas, rodadas de conexões e mentoria individual.

Projeto Navegando na Poesia - Promovido pela Associação Raízes, prevê a criação de oficinas literárias em 40 escolas municipais onde os alunos trabalharão a leitura e escrita de maneira lúdica, por meio da construção de poemas sobre temas referentes à cidadania, participação social, educação ambiental, igualdade racial, gênero, ambiente e segurança. A idéia é brincar de poesia de uma forma diferente - com jogos, oficinas e rodas de diálogo - a partir de temas escolhidos pelas próprias crianças. 80 textos de cada município serão publicados num livro e distribuídos nas escolas participantes.

Atuação nacional

Dos projetos de abrangência nacional já patrocinados pela Petrobras, cinco têm atuação também na Bacia de Campos. São eles: Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional, Mantas do Brasil, Coral Vivo, Albatroz e Tamar. A Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional, por exemplo, beneficiará 40 escolas e cerca de 80 professores de educação física na região. A partir do projeto, os educadores selecionados, atuantes nas comunidades identificadas como áreas de abrangência da Petrobras, terão a possibilidade de potencializar a qualidade das aulas e eventos com práticas pedagógicas, conteúdos e estratégias de ensino. Nacionalmente, o projeto está presente em nove estados, atende 50 municípios, contemplando 1.050 professores formados, 27.360 crianças e adolescentes e 20 mil gestores, lideranças e pais.

Crédito: Cezar Fernandes


 

Mais lidas do mês