Mídias Sociais

Cidades

Municípios continuam cobrando Prolagos sobre eficácia no serviço de esgoto

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A Concessionária de água e esgoto responsável pelas cidades da Região dos Lagos, Prolagos, não está deixando só a desejar na prestação do serviço de abastecimento de água. A má qualidade do serviço prestado com relação ao esgoto é uma queixa constante em toda a Região e foi reforçada nos últimos dias, devido ao temporal da última sexta-feira, 25, que evidenciou o problema.

Logo pela manhã desta segunda-feira, 28, o Prefeito de Arraial do Cabo Renatinho Vianna encaminhou um memorando à Procuradoria Geral do Município solicitando providências e respostas quanto a incapacidade do funcionamento do esgoto em Arraial e sobre os altos valores cobrados nas contas dos munícipes.

A medida é decorrente aos transtornos que Arraial do Cabo passou após a forte chuva da última sexta-feira, que alagou diversos pontos da cidade, ocasionou prejuízo a moradores e deixou três praias e a lagoa impróprios para banho.

Durante o fim de semana, o Secretário de Meio Ambiente de Búzios, Hamber Carvalho, utilizou as redes sociais também para cobrar providências da empresa. Hamber reforça que o Sistema de Coleta de Esgoto em Tempo Seco é completamente ineficiente e gera transtornos para cidade em dias de chuva.

"Temos que lutar pela implantação do Sistema de Rede Separativa, esgoto de um lado e água de chuva de outro. Essa é a Campanha da Prefeitura de Búzios, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Pesca de Búzios. Revisão imediata do Contrato da Prolagos, com 100% de cobertura de esgoto e água e implantação da Rede Separativa", frisou o Secretário.

Em Búzios, a Prefeitura montou uma força tarefa junto a Prolagos como medida emergencial para melhorar o sistema de esgotamento sanitário do município na alta temporada. Intervenções já forma feitas no Morro do Humaitá, aliviando os problemas de vazamento na Orla Bardot, promoveu a troca da válvula na Elevatória do Bambuzal, e em breve vai atuar em mais dois pontos, na subida dos Ossos e no ponto final dos ônibus na Armação.

De acordo com a Prefeitura, essas são medidas emergenciais que estão sendo realizadas extra contrato, através de recurso disponibilizado pela Prolagos, até que as medidas definitivas possam ser tomadas após o verão.

"Estamos atentos a todo o sistema, monitorando junto com a Prolagos toda a rede. Formamos esta força tarefa com a empresa para evitar os terríveis vazamentos de esgoto que geralmente acontecem no verão quando a cidade sofre uma sobrecarga no sistema. Esta troca da válvula neste momento, nos dará mais segurança para o Carnaval", explica o secretário de Meio Ambiente e Pesca de Búzios, Hamber Carvalho.


 

Mais lidas do mês