Mídias Sociais

Cidades

Ministério do Turismo volta a destacar belezas de Macaé

Publicado

em

No site do órgão federal, intitulado “Uma grata surpresa chamada Macaé”, as belezas naturais da cidade são destacadas. Recentemente, município alcançou o topo do ranking do turismo nacional.

O Ministério do Turismo voltou a destacar, nesta sexta-feira (16), as belezas naturais de Macaé, a Capital Nacional do Petróleo. No site do órgão federal, intitulado “Uma grata surpresa chamada Macaé”, as belezas naturais da cidade são destacadas. Recentemente, o município alcançou o topo do ranking do turismo nacional, segundo informações da nova categorização do Ministério do Turismo, instrumento que identifica o desempenho da economia do setor nas cidades que constam no Mapa do Turismo Brasileiro.

Segundo o site do Ministério do Turismo, durante muitos anos, Macaé se destacou como destino de turismo de negócios, recebendo trabalhadores nacionais e internacionais da indústria offshore. Com isso, o município se estruturou e, atualmente, possui um dos maiores parques hoteleiros do estado do Rio de Janeiro. São, ao todo, cerca de 10 mil leitos. Macaé possui a segunda maior rede hoteleira do estado. Como resultado deste investimento, o turismo de negócios já responde por 10% do PIB (Produto Interno Bruto) do município, mas agora a secretaria de turismo de Macaé quer divulgar a cidade como turismo de lazer.

Para o secretário de Turismo, Leonardo Anderson, citado na matéria do Ministério da pasta, hoje, o turismo de lazer com praias, serra, cachoeiras e um calendário de eventos diversificado coloca Macaé na rota dos grandes destinos de lazer do País.

Segundo a matéria do Ministério do Turismo, o crescimento no número de empregos formais de hospedagem e o aumento do fluxo turístico doméstico e internacional foram determinantes para que o município subisse da categoria B, em 2015, para a categoria A neste novo levantamento. Além disso, também ressalta a importância do lançamento do calendário 2018 de Macaé, com uma série de festivais gastronômicos e culturais que ajudam a cidade a reduzir a sazonalidade do turismo e garantir que a cidade esteja cheia o ano todo. Datas como Réveillon e Carnaval, chegam a garantir uma taxa de ocupação na rede hoteleira de 100%. Nessa quinta-feira (15), o Convention &Visitors Bureau informou que a taxa de ocupação na rede hoteleira neste carnaval foi em torno de 70%, igualado ao mesmo período do ano passado e muito acima de 2016 e 2015, anos em que a cidade sentiu os efeitos da crise econômica.

O Ministério do Turismo também traça um roteiro com as atrações turísticas da cidade, destacando as belezas naturais de serra e mar, além de um pouco da história local.

Praia, sol e mar

Aos que preferem praia, sol e mar e tudo isso regado a turismo, a cidade oferece excelentes opções. Macaé possui praias mais badaladas, como a Praia dos Cavaleiros. Aos amantes e praticantes do surfe e bodyboard, tem a Praia do Pecado. Já os que gostam de praticar, diariamente, caminhada pela areia, nada melhor que andar na Praia de Imbetiba. Para os biker, a opção é uma volta na Lagoa de Imboassica.

Serra e cachoeira

Na contramão da agitação das praias, há a opção de visitar e aproveitar a região serrana de Macaé. O município oferece opções como Arraial do Sana, ou Sana. São cachoeiras incríveis. Antes dali, tem o distrito de Glicério, famoso por suas corredeiras. Ótima opção para os amantes da canoagem.

História e Forte Marechal Hermes

Além das belezas naturais, como praia, serra e cachoeiras, Macaé também possui uma grande riqueza histórica, com prédios patrimônios históricos e culturais, entre eles Forte Marechal Hermes, Igreja de Sant’Anna, datada de 1630, Solar Monte Elísio/Instituto Nossa Senhora da Glória, Mercado de Peixes, e a Igreja Matriz de São João Batista, construção do século XVIII com o nome do padroeiro da cidade.

Daniela Bairros

Crédito: Rui Porto Filho

Mais lidas do mês