Mídias Sociais

Cidades

Jovens gays são agredidos no Centro de Búzios

Avatar

Publicado

em

 

Na última segunda-feira, dia 11, em Búzios, dois rapazes homossexuais foram agredidos ao voltar de um bar na Rua das Pedras.

Segundo a mãe de uma das vítimas, o casal foi agredido com socos e pontapés por três homens, que ainda não foram identificados. Os dois sofreram agressões no trajeto, que foi feito por uma van, do centro de Búzios até a entrada da Praia da Tartaruga, sete indivíduos começaram a xingar os meninos ainda dentro da condução.

Márcia Sobral, mãe de um dos jovens, acredita que foi um crime de homofobia. "Os dois pegaram uma van para voltar para casa e ainda dentro do transporte começaram as agressões verbais. Foi violência homofóbica sim. Estamos vivendo uma situação catastrófica... meus filhos foram criados com amor. Meus filhos não são filhos de chocadeira, foram criados com muito amor. Ele estuda, trabalha e agora são vítimas de 'justiceiros contra gay'?”, relatou Márcia.

Uma passageira da van, que preferiu não ser identificada, relata que os rapazes desceram da van dizendo que iria esculachá-los e "acabar com essa raça de gays" e os garotos foram ameaçados e que inclusive um deles portava uma arma de fogo.

Ainda segundo Márcia, ao chegar na delegacia de Búzios para fazer o Boletim de Ocorrência “fui induzida pelo escrivão de que não era pra ser feito o BO sem os nomes dos agressores”. "Eu estou fazendo o meu papel de mãe, proteger minhas crias com unhas e dentes. Vou procurar outras mídias, vou dar notoriedade a esse caso. Quero meu filho livre andando nas ruas. Precisamos de mais humanização, mais amor ao próximo, é isso que está faltando", desabafou.

A polícia está investigando o caso e já tem pistas dos agressores.

 

Mais lidas da semana