Mídias Sociais

Cidades

Governo do Estado garante que queimadas criminosas terão "tolerância zero"

Publicado

em

 

Vai ser jogar duro contra incendiários que ateiam fogo na mata em áreas de preservação da Região dos Lagos

 

 

A nova secretária estadual do Ambiente, Ana Lúcia Santoro, e o presidente do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), Cláudio Dutra, farão vistorias nos próximos dias no Parque Estadual da Costa do Sol (PECS), que vai de Saquarema a Búzios, para uma vistoria em toda a região de abrangência do PECS, a maior unidade de preservação fragmentada do Estado do Rio.

Ao assumir, nesta terça-feira (22), a chefia do PECS, o ambientalista Marco Morel disse que a sua prioridade é criminalizar os responsáveis por incêndios criminosos nas áreas do parque, nos municípios de Saquarema, Araruama, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Arraial do Cabo e Búzios. Os incêndios abrem espaços para construções irregulares em áreas de preservação. São mais de 40 focos de incêndio nos últimos dias. Morel afirmou que construções irregulares em áreas de preservação permanente (APPs) terão “tolerância zero”.

“Apresentamos o quadro do PECS à secretária e ao presidente do INEA. Eles decidiram priorizar esta unidade de conservação e garantiram que virão pessoalmente para uma vistoria na região. A secretária determinou uma série de medidas imediatas para combater as invasões e incêndios criminosos – disse o novo chefe do PECS, que inclui boa parte do Peró, que recentemente conquistou a Bandeira Azul” certificado internacional de qualidade de praias e marinas. Há cada quinze dias haverá reunião das equipes com o Ministério Público para apresentação dos trabalhos e criminalizar incendiários e pescadores predatórios.

Nesta terça-feira em Armação de Búzios foi registrado um foco de incêndio na Serra das Emerências, próximo ao bairro Tucuns, foi pelo Corpo de Bombeiros com auxílio da Guarda Marítima Ambiental (GMA). Apesar de o local ser de difícil acesso, os agentes conseguiram controlar as chamas antes que o fogo ganhasse maiores proporções.

Tânia Garabini


 

Mais lidas do mês