Mídias Sociais

Cidades

Fiscalização flagra invasões em áreas públicas e ambientais do 2º Distrito de Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Neste fim de semana, agentes da Comissão Especial de Fiscalização e Demolição da Coordenadoria de Assuntos Fundiários, da Secretaria de Meio Ambiente e da Subprefeitura de Tamoios realizaram uma operação com o intuito de fiscalizar desmatamentos e invasão em áreas públicas e ambientais. A ação foi possível, através de denúncias anônimas, que chegaram a secretaria.

A primeira intervenção ocorreu na Travessa Raposa, em Tamoios, onde foi constatada uma ocupação irregular às margens da Lagoa de Unamar. Em seguida, os agentes flagraram outra construção irregular, desta vez na Rua Estrela Dalva.  Foi realizada a demolição parcial do imóvel, com retirada de portas e janelas e desfeita ligação clandestina de energia. O trabalho seguirá ao longo da semana.

Os agentes identificaram ainda a abertura de uma via dentro do Parque do Mico-Leão-Dourado, com supressão de vegetação.  O local será monitorado diariamente e o responsável pelos danos criminalizado. Foi encontrado, também, um aterramento irregular sobre a lagoa, ao fim da Rua Tubarão.

A construção de uma unidade habitacional na Rua das Palmeiras foi notificada pela terceira vez. A obra já havia sido embargada e os responsáveis responsabilizados, porém as determinações legais continuavam sendo descumpridas. Ao fim da mesma Rua das Palmeiras, os agentes municipais se depararam com outro aterramento irregular, já dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) da Bacia do Rio São João. Também foi identificada e embargada uma construção irregular na Rua das Lontras e, na Rua Ferreira Pinto, o descarte irregular de entulhos.

Na volta ao Primeiro Distrito, os agentes compareceram à localidade conhecida como “Desmembramento Nova Esperança”, no Jardim Esperança, onde foi constatada e embargada uma construção irregular, erguida em área com processo de desapropriação.

“Peço à população que continue nos dando esse respaldo, denunciando essas invasões e os crimes ambientais praticados não só dentro do Parque do Mico Leão Dourado e da APA da Bacia do Rio São João, mas em todo o município”, informou Ricardo Sampaio, coordenador de Assuntos Fundiários da Secretaria de Desenvolvimento.

A Prefeitura ressalta que as denúncias anônimas podem ser feitas pelo e-mail cogeafcabofrio@gmail.com.

 

Mais lidas da semana