Mídias Sociais

Cidades

Estratégias para o Plano Verão do Peró são definidas com moradores de Cabo Frio

Publicado

em

 

A intervenção começa nesta semana e permanecerá durante todo o mês de janeiro. 

As novas normas ligadas a mobilidade urbana do bairro Peró, em Cabo Frio, que serão validas durante o verão foram definidas. As medidas foram decididas em reunião realizada entre moradores, comerciantes e autoridades municipais. As novas regras passam a valer nos próximos dias e moradores e visitantes devem ficar atentos.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, ficou definido que a Orla da Avenida dos Namorados ficará disponível para pedestres e ciclistas, porém fechada para carros; A Avenida dos Pescadores, Avenida Marlim, Avenida Espadarte e a Avenida do Contorno serão as vias principais de entrada e saída do bairro. O estacionamento será proibido ao longo do trecho para liberar o fluxo.

A Rua do Moinho terá o sentido em mão única desde a Avenida dos Pescadores até a Rua Contrim, com estacionamento apenas de um lado. Também será implantado estacionamento rotativo na Praça do Moinho e nos locais necessários para gerar rotatividade e evitar o uso das vias públicas como estacionamento privado

Já a Rua Anequim vai formar um binário com a Rua do Moinho (uma vai outra volta), também com mão única e estacionamento só de um lado.

Durante o verão também está prevista a utilização de uma área destinada ao estacionamento de veículos que vão para a Ilha do Japonês, Praia das Conchas e o excesso do Peró: a salina Peroana. A mudança evitará os congestionamentos que se estendem desde a Ogiva até a Estrada do Guriri, Gamboa e Jacaré.

De acordo com a secretaria de mobilidade urbana o objetivo é melhorar o acesso às principais vias da localidade, que sofrem com o excesso de veículos, principalmente na alta temporada. A ideia é dar prioridade ao transporte público e aos moradores.

Para o coordenador do Departamento de Engenharia de Trânsito e Transportes (Engettrans) da Secretaria de Mobilidade Urbana, Leandro Knopp, só é possível trazer melhorias para o bairro se as principais vias passarem por intervenções no fluxo, no estacionamento e na sinalização.

“Resolvemos fazer uma reunião com os moradores para que eles pudessem ser ouvidos, e todos que participaram do encontro, concordaram com as sugestões. Pudemos, finalmente, traçar as mudanças necessárias para o avanço do bairro”.

 

 

 

 

 

 

Mais lidas da semana