Mídias Sociais

Cidades

Domingo é o último dia para conferir a ampla programação do maior festival de Macaé

Avatar

Publicado

em

 

Mariana Abrantes

O 7º Festival Macaé de Cultura e Gastronomia -Sabores do Mundo, começou na quinta(11) e desde então, um público ávido por entretenimento de qualidade, marcou e continua a marcar presença no evento, que além de reunir vários Chefs importantes no segmento, Sommeliers e especialistas, está simultaneamente acontecendo com a 4ª Ciranda Literária de Macaé, a CLIM e o Festival de Inverno da cidade, onde modalidades esportivas, contagiam o macaense e turistas, já que estamos em clima Olímpico.

Mas voltando à gastronomia, o primeiro dia foi marcado por um clima com temperaturas baixas, além de muito vento, o que espantou um pouco o público. Já na sexta, com os termômetros marcando números mais elevados, os 16 restaurantes participantes comemoraram a chegada massiva das pessoas, que quiseram compensar o primeiro dia e assim foram conferir tudo de pertinho, com muito entusiasmo. “Eu participo do Festival Gastronômico desde a primeira edição com a minha família. Eu estive num stand muito interessante, e eles trabalham com iguarias brasileiras. Essa parte cultural eu achei importante, além da cultura gastronômica. É muito bom participar do festival porque é um ótimo espaço de lazer, de cultura, degustação, de negócios também e um encontro com amigos e familiares. Muita gente prestigiando e deu gosto de estar lá.” Contou o consultor e instrutor do Sebrae, Aristóteles Riani.

Ontem(13) o festival começou na parte da tarde, com muita comida japonesa para abrir os ‘trabalhos’. Até as 21h, o público conferiu a presença de Chefs renomados, que criaram pratos especiais para o evento.

Hoje(14) é o última dia e também Dia dos Pais, o que será uma ótima oportunidade para comemorar em grande estilo, já que última parte da programação, está muito voltada para a família. Começando mais cedo, o Sommelier de Macaé, João Miguel, vai marcar presença ainda pela manhã, as 11h. Após esse momento, o pessoal da Associação dos Cervejeiros de Macaé, Acerva, vai produzir excelentes cervejas, com um momento especial de degustação no espaço Cozinha Show. Quem adora culinária espanhola não vai poder perder a Paella preparada pelo Chef Paquito, de Itaipava. E para a criançada, a Cia Chirulito estará com todas as suas cores a partir do meio dia e também é uma chance dos pais curtirem bons momentos ao lado de seus pequenos. E fechando muito bem todo o evento, a banda Ashes on the Ground, cover do Red Hot Chili Peppers, vai coroar com muito som e um lindo fim de tarde, mais uma edição do festival que já se consolidou na cidade e também no estado, como um forte representante gastronômico. “Na sexta a noite foi muito agradável, melhorou muito o movimento, tiveram filas em todas as barracas e quem foi mais rápido, conseguiu atender melhor. No meu caso eu atendi muito bem, pois meu prato é fácil e de rápida montagem. Conseguimos ajustar o que não foi tão legal na quinta. Conseguimos a presença da Cruz Vermelha para apoiar, e estamos conseguindo nos superar nessa edição. Ontem fez um dia lindo, deu bastante movimento também e estamos aguardando com grande expectativa esse último dia do evento.”, Comentou o atual Vice- Presidente do Polo Gastronômico da Praia de Cavaleiros e também proprietário do restaurante participante, Picanha do Zé, Vitor Campos Neves.

A administradora Carla Cardoso também foi conferir de pertinho o festival e gostou muito de toda a parte de bebidas do evento. “Eu achei a estrutura excelente, organização ótima, clima da área muito bom. Eu acho que esse tipo de evento atrai muitas pessoas com ótima energia. Consumir bons produtos de forma despretensiosa, na rua, eu achei muito legal. O que mais me chamou a atenção e eu acabei adquirindo, foram as taças de vinho. Porque você beber vinho em copos de plástico não é bacana e vinho pede todo um ritual. Ter taças de vidro a venda, eu achei espetacular, sensacional. Eu vou voltar no encerramento, com certeza pois eu quero degustar, pelo menos dois pratos. Tudo está muito convidativo.” Finalizou a empresária.

 

CLIM e sua programação literária

Em conjunto com todas as delícias da parte gastronômica, a 4º Ciranda Literária de Macaé fez bonito logo no primeiro dia e conquistou o público, que aprovou a parceria. A manhã de sexta-feira a CLIM teve a participação da escritora Edna Bueno, o contador de Histórias Ulisses Belleigoli e a escritora e compositora Dailza Ribeiro. Foi um bate papo literário regado com as gostosuras gastronômicas da Chef Fabiana Pimentel e do Coletivo Mini Chef, coordenado pela Chef Joelma Celestrini. “Uma grande presença do público vem marcando a programação da nossa Ciranda Literária, onde o público está podendo degustar tanto a boa literatura, quanto os deliciosos pratos preparados com base nas histórias dos nossos livros.”, comentou uma das organizadoras da CLIM, Glaucia Pinheiro.

Ontem aconteceram  mais apresentações, onde ilustradores, saraus, e prosas na cozinha, marcaram o penúltimo dia do festival. “O ponto alto da tarde deste sábado foi a contação de histórias e a performance de ilustração do André Flausino. Tomando de empréstimo a fala do editor convidado José  Prado, a pessoa é o que ela come e o que ela lê. A importância da literatura na formação do homem, da cultura. Essa dobradinha entre literatura e gastronomia traz mais sabor ao saber.”Finalizou Glaucia.

Hoje(14), um Piquenique literário vai acontecer as 10h, com a presença da Dança Materna. Leituras de textos também estão previstas e um belo encerramento vai fechar muito bem essa parceria que deu certo.

 

Mais lidas do mês