Mídias Sociais

Cidades

Cidades da Região dos Lagos prorrogam campanha de vacinação contra a Influenza

Publicado

em

 

As cidades da Região dos Lagos prorrogaram a campanha de vacinação contra a Influenza até o dia 15 de junho. A decisão foi determinada pelo Ministério da saúde e teve como motivação os efeitos da paralisação dos caminhoneiros no atendimento em saúde. Inicialmente, o fim da distribuição da vacina estava previsto para o dia 1º de junho.

Em Arraial do Cabo, a vacinação acontece nos postos de saúde e no Hospital Geral de Arraial do Cabo. De acordo com Diego Mendonça, Coordenador de Imunização do município, o público alvo permanece o mesmo e as pessoas não devem ter receio sobre a aplicação da vacina. “Circulam boatos na internet de que essa vacina é prejudicial, essas informações são falsas e não há nenhum perigo na aplicação. O Ministério Público já informou sobre a importância das pessoas receberem a dose para ficar imunes ao vírus”, afirmou Diego.

Em São Pedro da Aldeia, a vacina está disponível  em todas as unidades de saúde da cidade e na Sala de Vacinas. Os postos de saúde aldeenses funcionam de 7h às 16h e o fluxo de imunização será definido de acordo com cada unidade. É necessário que os interessados procurem a unidade mais próxima para conferir o horário específico de imunização.

De acordo com orientações do Ministério da Saúde, o público-alvo para a campanha deste ano envolve crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), pessoas com 60 anos de idade ou mais, povos indígenas e trabalhadores de saúde. Além de adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independentemente da idade. Para este último grupo, a apresentação da prescrição médica, especificando o motivo da indicação, é obrigatória e deverá ser apresentada no ato da vacinação.

A Influenza é uma doença viral febril, aguda, comumente conhecida como gripe, caracterizada por sintomas como febre, tremores, dores de cabeça, dor de garganta e rouquidão, além de alterações respiratórias, como tosse seca e coriza. Existem três tipos de vírus Influenza: A, B e C. O vírus Influenza C causa infecções respiratórias brandas, sem causar impactos na saúde pública ou estar relacionado com epidemias. Já os vírus A e B são responsáveis por epidemias sazonais. O vírus Influenza A é classificado ainda em subtipos H1N1 e H3N2, além do H7N9. A transmissão ocorre pelo contato com pessoas infectadas, ao tossir, espirrar ou falar. Pode ser transmitida ainda indiretamente pelas mãos, após contato com superfícies contaminadas por secreções respiratórias.

Mais lidas da semana