Mídias Sociais

Cidades

Cabo Frio reforça ações de combate ao Aedes aegypti

Thaiany Pieroni

Publicado

em

As chuvas constantes que estão caindo na cidade vem colaborando para o aumento da presença de mosquitos em Cabo Frio. Diante desta situação, a coordenadoria Vigilância em Saúde Ambiental decidiu reforçar as ações de combate ao Aedes aegypti por toda a cidade. O município também pede a colaboração da população.

Nesta semana, as equipes se dividiram em atuação nos dois distritos, com dois carros e seis motofogs. Uma parte dos agentes iniciou a visitação em Santo Antônio, no distrito de Tamoios, com aplicação de larvicidas nos charcos alagados às margens da Rodovia Amaral Peixoto.

Muitos moradores chegaram a pedir o serviço do carro fumacê, o que foge as normas atuais. Por isso, nas ações realizadas pelo município são utilizados carros e motofogs que pulverizam repelente natural de citronela, uma planta que possui propriedades insetífugas, mantendo todos os tipos de mosquitos afastados.

“Seguimos protocolos e notas técnicas emitidas pelo Ministério da Saúde, onde se preconiza o não uso de inseticidas piretroides, que foram as primeiras armas usadas no combate do mosquito Aedes aegypti. O uso indiscriminado destes produtos fez com que o mosquito criasse resistência a vários inseticidas. Além disso, o veneno mata os mosquitos, mas também abate seus predadores. Então, nos dias atuais, a orientação do Ministério da Saúde é para a utilização deste tipo de inseticida só nos casos de epidemias. Por isso, estamos utilizando este repelente natural à base de essência de óleo de citronela”, explica a médica Andreia Nogueira, coordenadora da Vigilância em Saúde Ambiental no município.

A contribuição da população também foi reforçada. “Preconizamos mais o trabalho de conscientização e informação da população para que todos participem da prevenção e combate a possíveis focos do mosquito. As recomendações sobre como evitar deixar água parada, tampar ralos e caixas d’água são importantes”, explicou.

Mais lidas do mês