Mídias Sociais

Cidades

Cabo Frio é autorizada a reforçar o quadro em até 590 servidores durante a alta temporada

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O Ministério Público autorizou a Prefeitura de Cabo Frio a reforçar o quadro em até 590 servidores para atender a demanda da alta temporada. Nesta época do ano, há um grande aumento populacional na Região e é indispensável uma mudança na organização para atender essa demanda.

De acordo com a Prefeitura, esses servidores serão alocados nas áreas de mobilidade urbana, estacionamentos públicos, serviços públicos e, sobretudo, na fiscalização de posturas, para permitir que apenas vendedores ambulantes cadastrados atuem nas ruas e praias. O objetivo é garantir o ordenamento e a segurança de todos que estiverem no município durante a alta temporada, diminuindo os eventuais transtornos provocados pelo aumento da população flutuante.

Na parte material, haverá reforço de veículos durante a alta temporada, por causa da constante necessidade de deslocamento das equipes. Locais de maior concentração de público, como praias e praças, também terão atenção especial. Por sua vez, o segundo distrito terá planejamento semelhante ao que será colocado em prática na área central da cidade. Para auxiliar no trabalho, a prefeitura conta com a integração com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

O grupo de trabalho formado para planejar as ações foi mantido e vai fazer avaliações constantes para que sejam realizadas mudanças e adequações, em caso de necessidade. O responsável pelo grupo, o secretário de Governo, Eduardo Monteiro, disse que cada secretaria envolvida terá sua organização operacional, mas obediente ao planejamento central.

"A preparação está sendo feita. Estamos aguardando até um acréscimo no número de turistas referente ao verão passado. Dentro das possibilidades da prefeitura, nesse momento de crise, estamos com as equipes na rua, foi feito planejamento por setores para tentar minimizar o impacto populacional que teremos durante esse período. Há grande concentração de pessoas em determinados lugares, como praias, praças e pretendemos atender todas as necessidades", explicou Monteiro.


 

Mais lidas do mês