Mídias Sociais

Cidades

Cabo Frio dá início ao novo sistema de marcação de consulta

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Começou a funcionar nesta segunda-feira, 03, o novo sistema de marcação de consulta na rede municipal de saúde de Cabo Frio. A partir de então, os pacientes podem marcar suas consultas em uma das quatro unidades de saúde mais próximas da sua residência, a qualquer hora do dia.

A moradora de Tamoios, Isabel, que precisava marcar uma consulta, esteve no PAM de Unamar para saber mais como será esse procedimento e apesar de um pouco receosa está ansiosa para que funcione. "Confesso, que fico com um pouco de medo de como será para conseguir vaga, porque para muitas especialidades, a gente madrugava na fila e não conseguia vaga. Mas só em não ter que ficar a madrugada toda na fila, eu já vejo como algo positivo", avaliou a moradora.

A previsão é que o galpão de marcação de consulta feche as portas no próximo dia 10, sendo assim as consultas serão marcadas nas seguintes unidades: UBS Praia do Siqueira; UBS Itajuru; PAM de Santo Antônio; e PAM de Unamar. Em relação ao Jardim Esperança, importante destacar que a Central do bairro não será fechada, que as marcações vão continuar sendo feitas no galpão e os atendimentos realizados no Ambulatório do hospital local.

Os pacientes deverão ser, obrigatoriamente, atendidos pelo clínico geral, que fará o encaminhamento para o especialista. Vale destacar que no próprio posto será feito o agendamento tanto para o atendimento com o clínico e como para especialista.

A secretaria de saúde destaca ainda que o morador será cadastrado no novo sistema municipal de regulação quando for procurar atendimento médico. Mas, não é necessário ir à unidade apenas para se cadastrar.

Quando for à unidade para se consultar o morador deverá apresentar documentos pessoais (identidade e CPF), cartão do SUS e comprovante de residência. Em relação a este último, são considerados documentos válidos (apresentação de um destes): conta de água, luz, gás, telefone fixo ou móvel; contrato de aluguel em vigor com firma do proprietário do imóvel reconhecida em cartório; declaração anual do imposto de renda; boleto de cobrança do plano de saúde, condomínio, financiamento imobiliário ou mensalidade escolar; escritura de imóvel; declaração de próprio punho de acordo com a lei federal 7.115/1986.

Essa informatização no processo de marcação de consulta foi uma das primeiras propostas apresentadas pelo atual gestão, anunciada no dia da posse do prefeito Dr. Adriano. Para ele, como médico era impossível deixar as coisas como estavam.

“Era um sofrimento muito grande para mim como médico a existência desse famigerado galpão de marcação de consultas, mas a partir da informatização dos postos de saúde um sonho e uma promessa de campanha se concretizam porque vamos humanizar os atendimentos. Estamos muito felizes por essa conquista”, afirmou o prefeito.


 

Mais lidas do mês