Mídias Sociais

Cidades

Cabo Frio chega a 82% das crianças imunizadas contra a poliomielite e o sarampo

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O município de Cabo Frio conseguiu, nesta semana, chegar ao índice de 82% de crianças imunizadas contra a poliomielite e o sarampo. Apesar do número ainda não ter chegado a meta, que é de 95%, a porcentagem tem subido gradativamente, após a coordenação de imunização adotar uma nova tática.

Devido à resistência de pais e responsáveis, a Coordenação de Imunização está realizando uma busca ativa nas creches para alcançar a taxa obrigatória do Ministério da Saúde. A medida foi adotada devido à importância de se manter a cobertura vacinal nos níveis necessários tanto para proteção do público-alvo quanto da população em geral, uma vez que o sarampo é doença infectocontagiosa. De acordo com especialistas, ambas são doenças graves e que podem matar.

Até 31 de agosto, 55,72% das crianças foram vacinadas em Cabo Frio contra a pólio e 56,62% contra o sarampo. Nesta fase, com um mês de ação, esse foi um dos índices mais baixos da cidade em campanhas nacionais de imunização. Com a segunda prorrogação e o Dia D em 15 de setembro, o índice chegou a 78% e 80% contra a poliomielite e sarampo, respectivamente.

A vacina contra pólio é recomendada com três doses da Vacina Inativada Poliomielite (VIP) até 1 ano de idade. Crianças a partir de 1 ano, até menores de cinco, que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a Vacina Oral Poliomielite (VOP), a gotinha. Segundo especialistas, a vacina contra a poliomielite é segura e protege contra os dois sorotipos do poliovírus 1 e 3. Crianças com comprometimento imunológico devem ser avaliadas antes de tomar a vacina. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil está livre da poliomielite desde 1990, portanto é fundamental que a população procure a vacina.

 


 

Mais lidas do mês