Mídias Sociais

Cidades

Búzios inicia discussão para regulamentar atividades de Transporte por meio de Aplicativos

Publicado

em

 

A regulamentação da atividade de transporte por meio de aplicativos começou a ser discutida no município de Búzios. Na última semana, motoristas de táxis e de Uber estiveram reunidos com representantes dos Poderes Executivo e Legislativo com o intuito de definir um formato para disciplinar a atividade, de uma forma, que seja positiva tanto para os prestadores do serviço quanto para os usuários.

A primeira reunião foi realizada com a presença do presidente da Câmara Municipal de Búzios Joice Costa, dos vereadores João Carlos dos Anjos (Dom), Josué Pereira e Valmir Nobre, o procurador do Legislativo e de representantes de taxistas e motoristas de Uber. Na ocasião, foi discutido o projeto de lei que chegou à Casa Legislativa.

“No ano passado foi votado em Brasília, a Lei Federal 13.640/2018, que regulamenta o uso dos aplicativos como o Uber, permitindo que os municípios façam sua regulamentação específica. Tanto os motoristas de táxi quanto os motoristas de Uber de Búzios estão sofrendo com a situação de que quando chega alta temporada, vem Uber de vários outros municípios pra cá. Chega a ter 120 carros de fora. Os dois grupos viram que precisavam ter uma discussão entre eles e tomaram a iniciativa para discussão do projeto de lei complementar.”, explicou Joice.

As discussões começaram na Câmara e foram levadas ao Executivo. Segundo a presidente, os motoristas de táxis e de Uber estão conversando juntos para a elaboração deste projeto de lei. O próximo passo é colocar o projeto na pauta com algumas alterações pelo Legislativo, o que deve acontecer nesta terça-feira, 19.

Ainda durante a última semana,  o prefeito de Búzios, André Granado, junto com o chefe de gabinete, Lorran da Silveira, também recebeu representantes dos taxistas e motoristas de transportes por aplicativo do município.

De acordo com o Prefeito, esta foi apenas a primeira reunião e outros encontros serão realizados para uma decisão satisfatória a todos os envolvidos, em especial  aos usuários de ambos os serviços.

Mais lidas da semana