Mídias Sociais

Cidades

Bandeira Azul é hasteada na Praia do Peró, em Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

A tão esperada Bandeira Azul foi hasteada neste domingo, 25, na Praia do Peró, em Cabo Frio. A cerimônia oficial, que foi marcada pelo clima de emoção, e contou com a presença de mais de mil pessoas, entre moradores, visitantes e autoridades

A bandeira é um símbolo para que visitantes saibam que a praia é ambientalmente sustentável, com qualidade de água, areia, segurança, mobilidade e acessibilidade garantidos e certificados pela FEE – Foundation for Environmental Education ou Fundação de Educação Ambiental – a mais renomada instituição internacional voltada para o turismo sustentável. Com isso, a tendência é que a cidade desenvolva cada vez mais seu potencial turístico.

“Cabo Frio assumiu um novo patamar turístico a partir dessa certificação. A Praia do Peró virou o grande orgulho do nosso Estado e, como prefeito, garanto fazer todo o possível para manter essa certificação e torná-la o principal cartão de visitas da nossa cidade.  Uma cidade que cuida e se preocupa com o meio ambiente e com a qualidade de vida da sua população e que faz da sua principal atividade econômica, um caminho de conscientização e aprendizado”, disse o prefeito Adriano Moreno.

Emocionado, o prefeito recebeu das mãos de Leane Bernardi, Coordenadora Nacional do Bandeira Azul, o pavilhão que, finalmente, garante a Praia do Peró como ecologicamente sustentável e com acessibilidade para todos.  “Eu percebi aqui uma coisa inédita, que é a vontade da população em ter essa certificação. Em outros lugares, geralmente, a candidatura parte do Poder Público. Aqui, não. Já começou nas mãos do povo.  Quando isso acontece, além de ser mais gratificante, torna mais fácil a manutenção da certificação, pois sabemos que todos estarão unidos trabalhando pela causa”, afirmou Leane.

Para o coordenador do Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento, Mario Flavio Moreira, o cumprimento dos critérios que levaram à certificação foi uma ótima oportunidade de desenvolver o trabalho em conjunto. “Não é fácil cumprir um por um dos critérios, mantendo análises da qualidade da água e da areia, por exemplo, sempre 100% perfeitos. Para isso, precisamos contar com a colaboração de diversos parceiros. Desde o nosso pessoal, nas pessoas da Paloma Arias e do Magno Maiques, coordenadores que tocaram o projeto Bandeira Azul, como da Comsercaf, Secretaria de Mobilidade Urbana, Coordenadoria de Assuntos Fundiários, Guarda Marítima e Ambiental, Guarda Municipal, enfim, toda a administração municipal, que se uniu de forma automática com a população e lutaram até o fim para conseguir vencer essa batalha”, ressaltou.

 

 

Sobre a conquista - A Praia do Peró é a primeira e única praia do interior do Estado do Rio de Janeiro certificada pelo selo Bandeira Azul, e indicada como destino prioritário pelo trade turístico europeu. A luta pela certificação começou em 2016, quando, convidada por Marta Rocha, da Associação Amigos do Peró, a espanhola Paloma Arias proferiu palestra explicando o que era o Programa Bandeira Azul e todos os benefícios de uma certificação.

A idéia prosperou e, da inscrição à aceitação para a fase piloto, foram meses de incessantes trabalhos de conscientização ambiental.

O sonho começou a se realizar quando o Júri Nacional, em julho deste ano, avaliou a candidatura, atestando o cumprimento dos 34 rígidos critérios exigidos pelo Júri Internacional, e tornou-se completo quando, no dia 20 de setembro, o anúncio da certificação foi divulgado no site da FEE.

Estudos orientados pela própria FEE, indicam que a Bandeira Azul traz mais empregos, maior  movimentação econômica e, até, aumenta auto estima  das comunidades envolvidas.

Em Cabo Frio, os benefícios da Bandeira Azul já puderam ser sentidos na chegada à Praia do Peró, com trânsito livre, asfalto recuperado e vagas controladas pela Coserpe ou nos estacionamentos particulares. Na Orla, totalmente modificada, com calçamento e rampa de acessibilidade, muita gente já estava aproveitando a novidade.  Sob o som brasileiríssimo de Jorge Villas, os trabalhos começaram com a soltura de uma tartaruga verde, resgatada e recuperada pela CTA, que nem esperou os flashes para aproveitar a nova liberdade em uma praia tão limpa.

 


 

Mais lidas do mês