Mídias Sociais

Cidades

Ameaças via facebook vira caso de polícia em Araruama

Avatar

Publicado

em

 

A moderadora do grupo Jornais de Araruama, comunidade no facebook que trata de assuntos relacionados a notícias jornalísticas do município, sofreu ameaças de um suposto partidário do candidato André Mônica (PSD) no dia 21 de agosto.

Na corrida pelas eleições ao posto mais alto de uma cidade, de prefeito, faz com que os ânimos fiquem exaltados entre os grupos que disputam as eleições. Infelizmente, nem tudo acaba como uma disputa sadia. A moderadora Jaida Mundim e seu esposo receberam ameaças "INBOX" (no chat por mensagem privada) de um suposto partidário do candidato André Mônica.

Segundo Jaida em nota oficial disponibilizada na internet, o agressor é conhecido como PQD e teria feito trabalhos pelo candidato nas redes sociais. Ela conta que não é a primeira vez que as ameaças ocorrem da mesma pessoa. Dessa vez, porém, o caso foi parar na polícia.

"A agressão é gratuita uma vez que eu jamais estive envolvida em campanha para o candidato André. Creio mesmo até que André sequer saiba do fato." Afirma Jaida que registrou ocorrência para tornar públicas as ameaças que vem recebendo. Segundo registro feito na delegacia, o autor da ameaça seria Paulo Henrique Ribeiro, denominado nas redes sociais sobre o perfil de nome "Henrique PQD" e que afirma, inclusive, ser irmão do candidato a prefeito André Mônica. "Se escorregar eu vou arrebentar os 2, seus m*...Se escorregar com André, ta f*...quarta feira estou aí quero os dois na minha frente". Afirma o autor.

As ameaças foram relatadas no RO (118-03569/2016) e todas as informações no blog Jornais de Araruama. "Estou cansada de sofrer ameaças e abaixar a cabeça. Agora vai ser assim, ameaçou, vamos resolver em frente a um delegado de polícia". Afirma a internauta.

Tudo o que é crime no mundo físico também é crime no mundo virtual

O marco civil da internet, aprovado em 2013, assegura que crimes virtuais são os delitos praticados através da internet que podem ser enquadrados no Código Penal Brasileiro e os infratores estão sujeitos às penas previstas na Lei. Recomenda-se  que, caso o "ameaçador" seja uma pessoa conhecida, basta prestar queixa contra o sujeito no Juízo Criminal e Cível de sua cidade.

Mais lidas da semana