Mídias Sociais

Cidades

Acordo põe fim à greve dos rodoviários de Macaé e governo afirma que manterá passagem a 1 real para moradores até 2020

Bertha Muniz

Publicado

em

 

A audiência de conciliação ocorreu na tarde desta quarta-feira (3), no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, no Rio.

Um acordo entre a SIT, o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Cargas e Passageiros de Macaé e a prefeitura do município, pôs fim a greve deflagrada pela categoria no dia 25 de setembro.

A audiência de conciliação ocorreu na tarde desta quarta-feira (3), na Seção Especializada em Dissídios Coletivos (Sedic) do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ).As partes convencionaram um reajuste salarial de 4% retroativos a março de 2018 e de 2% relativos a janeiro de 2019.

A empresa também se comprometeu a reajustar o valor do auxílio-alimentação, que passou de R$ 160 para R$ 180, além de abonar os dias de greve dos trabalhadores, garantir a estabilidade dos grevistas por 120 dias e mantê-los nas linhas de ônibus onde operavam antes da paralisação.

A audiência foi presidida pela vice-presidente do TRT/RJ, desembargadora Rosana Salim Villela Travesedo, e contou com a presença da procuradora regional do Trabalho Mônica Silva Vieira de Castro e do procurador do município de Macaé, Cláudio Ramalho.

Com o fim do movimento grevista, o prefeito de Macaé, Aluizio Jr, garantiu que manterá a tarifa da passagem a R$ 1 até o fim de seu governo. A medida vale para os moradores do município que se cadastraram no Cartão Macaé. Desde 2014, o município mantém o valor da passagem congelado.


 

Mais lidas do mês