Mídias Sociais

Cidades

1º Mutirão TamoJuntas é realizado no distrito de Tamoios, em Cabo Frio

Publicado

em

 

Evento tratará de assuntos relacionados à violência contra a mulher. 

O distrito de Tamoios, em Cabo Frio, sediará neste sábado, 02, o I Mutirão TamoJuntas, realizado pela ONG Reação Mulher, Movimento da Mulher Advogada e Associação de Mulheres de Tamoios.  O evento acontece das 9h30 às 16h, no Ciep 331Lysia Bernardes (Rua Porto Alegre, s/nº - Aquárius).

De acordo com a organização, o encontro tem como objetivo articular movimentos feministas locais, promovendo reflexão e acolhimento de mulheres em situação de violência. Os interessados em participar do evento podem se inscrever na hora.

Durante o dia haverá palestras sobre a violência contra a mulher, o empoderamento feminino, defesa pessoal, dentre outras. As participantes também terão direito a atendimento jurídico, psicológico e social.

Sobre a organização - O TamoJuntas nasceu em Salvador em abril de 2016, e atualmente possui 70 voluntárias em todo o país, distribuídas nos Estados da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco Ceará, Rio Grande do Norte, Piauí, Maranhão, Pará, Amazonas, Distrito Federal, Espírito Santo, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, prestando assessoria multidisciplinar (jurídica, psicológica, social e pedagógica) gratuita para mulheres em situação de violência.

A Reação Mulher é uma ONG que nasceu em Cabo Frio no ano de 2013, sem fins lucrativos e sem envolvimento político-partidário, com caráter assistencial, social, cultural e educacional, congregando associadas de diferentes áreas de atuação, sem preconceito ou discriminação, seja de etnia, credo religioso, ideologia ou classe econômica. Possui como objetivo promover de forma autônoma a reflexão e o resgate de direitos, cidadania e autoestima da mulher, com ciclos de palestras, cursos, seminários, reuniões e outros eventos para melhoria da saúde física, mental e espiritual da mulher e sua família.

Já o Movimento da Mulher Advogada nasceu para discutir os direitos, deveres, aspirações e toda forma de violência contra a advocacia feminina. É um movimento que ganhou notoriedade nacional, sendo replicado em vários estados brasileiros.

 

 

Mais lidas da semana