Mídias Sociais

Caderno D

Veganismo e Vegetarianismo: estilos de vida diferentes, mas com adeptos em Macaé

Avatar

Publicado

em

 

Loja de produtos naturais ajuda na fomentação deste mercado, que já registra crescimento de até 40% no ramo vegano e vegetariano

 

Vegano ou vegetariano? Qual a diferença entre os dois? Uma pessoa pode adotar o vegetarianismo por diferentes razões: a principal seria por saúde. Basicamente, quem decide ser vegetariano não come nenhum tipo de carne. Já o veganismo vai além de uma alimentação vegetariana, excluindo, definitivamente, da sua vida, qualquer forma de exploração ou tratamento cruel com os animais.

E esses diferentes estilos de vida têm atraído muitos adeptos em Macaé. No município existe a Associação Macaé Vegan (www.facebook.com/macaevegan).  É o que afirma Bruno Trigoly, de 34 anos, vegano desde 2013 e que foi motivado a adotar o estilo depois de assistir a um filme com exploração e maus tratos de animais. Segundo ele, a procura pelo veganismo e vegetarianismo tem sido grande na cidade, mas é importante a conscientização e buscar, cada vez mais, conhecer os dois estilos, antes de adotá-los. “Temos esse resgate de uma vida mais saudável e o contato com a natureza. Quando você se conecta com a natureza, o veganismo surge. Você começa a repensar seus hábitos. É um movimento que está crescendo e cada um têm suas motivações, uns pela saúde e outros pelo simples fato de adotar como filosofia de vida mesmo”, explicou.

Também em busca de informações e muita pesquisa sobre o veganismo e o vegetarianismo, Ana Luiza Biso, de 20 anos, é vegetariana há seis meses, pois consome leite e ovo, mas o desejo mesmo é se tornar vegana. “Pesquiso muito sobre o veganismo, porque realmente quero adotar o estilo para minha vida. Não é somente deixar de comer qualquer tipo de carne, até porque não como, mas sim abdicar de outros hábitos que estão relacionamentos à exploração de maus tratos contra animais, como por exemplo, comprar algum produto com couro, pois sabemos como aquilo foi feito. Foi preciso matar um animal para que a mercadoria fosse fabricada e depois trajada em um corpo de uma mulher ou homem”.

Em busca também de mais adeptos e com objetivo de levar mais informação à população do município  sobre o veganismo, em novembro, a cidade vai sediar o 1º Macaé Vegan Festival. De acordo com Bruno, o evento vai apresentar pratos vegetarianos nos restaurantes da Orla da Praia dos Cavaleiros. “Nossa ideia é, já que estamos ainda na fase de organização, é sugerir aos chefes de cozinha dos  restaurantes que vão participar do evento, preparação de  pratos com pelo menos um item vegetariano.

Point Natural

Localizada à Avenida Nossa Senhora da Glória, 2852, a Loja Point Natural, recém-inaugurada, ajuda na fomentação do mercado vegano e vegetariano em Macaé.

A proprietária do estabelecimento, Yasmin Franco de Sant’ana, de 22 anos, explica que o mercado vem crescendo bastante e que o retorno tem sido positivo. “Houve um crescimento no setor de produtos naturais. E aqui em Macaé não há nada neste segmento.”

A loja trabalha, exclusivamente, com produtos naturais para veganos e vegetarianos. Na linha vegana, a Point Natural oferece hambúrguer, picolés orgânicos, feijoada e coxinha vegana, além de produtos aos alérgicos a lactose e sem glúten. Na Point Natural, são inúmeras as opções dos produtos, com mais de 100 itens disponíveis a granel. E uma vez ao mês, vão ser realizadas degustações para veganos e vegetarianos.

Feira em Nova Friburgo

Uma feira para futuros veganos, para os que já são ou simplesmente querem conhecer o estilo de vida. Em Nova Friburgo, no dia 15 de abril, será realizada a feira vegana, com oficinas de arte, adoção de animais e apresentações de pratos, como feijoada vegana. A Point Natural estará presente, oferecendo os produtos para veganos, vegetarianos e praticantes de esporte, como suplementos alimentares.

A atuação neste ramo, para Yasmin, tende a ser cada vez mais positiva, pois ajuda, principalmente, na conscientização das pessoas querer e ter uma vida mais saudável.

Daniela Bairros

 

 

Crédito: Igor Faria

Mais lidas da semana