Mídias Sociais

Caderno D

Renda de livro é revertida a entidades beneficentes de Araruama

Avatar

Publicado

em

 

“Aves da Laguna de Araruama” é um Inventário Fotográfico da Avifauna e narra rota de aves migratórias de regiões do planeta

 

Toda renda do livro “Aves da Laguna Araruama – Inventário Fotográfico da Avifauna da Laguna Araruama”, de autoria do ambientalista e fotógrafo Antonio Angelo Trindade Marques e do biólogo Eduardo Pimenta, está sendo revertida às entidades beneficentes de Araruama.

A obra apresenta um acervo de fotografias que revela a importância da Laguna de Araruama na rota de aves migratórias originárias de diversas regiões do planeta, registrando a presença e o comportamento de pássaros em ambientes às margens do maior espelho d’água hipersalino do mundo, revelando, ainda, o estado de revitalização desse ecossistema para o ciclo da vida de aves migratórias de diferentes lugares do mundo.

Quem quiser saber mais, é só adquirir o livro, que está à venda na Feira do Livro, que acontece na Praça Porto Rocha, em Cabo Frio, nas comemorações da 27ª Semana Teixeira e Souza, na Banca da Cultura.

Sobre o livro

 Fruto de persistente pesquisa e expedições dos autores, que fazem parte do Grupo de Observadores de Aves da Região dos Lagos, a obra traz fotografias e textos científicos sobre 43 aves originárias de diversas regiões do planeta, e apresenta a diversidade de escossistemas da Laguna Araruama como um rico manancial para alimentar a rota migratória destas aves. O prefácio é da renomada fotógrafa e observadora de aves Lena Trindade, que também assina as fotos de outro livro importante, “Aves do Jardim Botânico do Rio de Janeiro”.

O ambientalista e fotógrafo Antonio Angelo, que foi presidente da AMA  Cabo Frio ( Associação do Meio Ambiente de Cabo Frio), aponta a preservação do meio ambiente como um dos caminhos que a região deve optar: “A Região dos Lagos precisa fazer escolhas que respeitem a preservação do seu patrimônio natural. Essa é a garantia de desenvolvimento sustentável. Com isso, a população e as instituições locais se fortalecem e o turismo ganha novas dimensões”.

Para o biólogo Eduardo Pimenta, além de trazer as espécies que escolheram a Região dos Lagos para descansar, se alimentar e até para a reprodução, o livro aborda também a importância de preservação desse ecossistema. “Se essas aves não tivessem a Laguna de Araruama e seus arredores para fazer essa parada estratégica, muitas delas já estariam extintas, pois não há outros ecossistemas parecidos nas proximidades”.

Daniela Bairros

Legenda: Aves migratórias na Laguna de Araruama foram tema de livro

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana