Mídias Sociais

Caderno D

Projeto de contação de histórias completa um ano e revela a importância da cultura negra em Quissamã

Avatar

Publicado

em

 

Quissamã respira história e a cada dia vem se destacando mais por fomentar com tanta consistência a cultura local, criando eventos relevantes, fazendo com que a população se interesse de verdade pelos acontecimentos da cidade. A Fazenda Machadinha é um grande patrimônio e a comunidade quilombola, vem aprendendo a entender e a narrar os contos tradicionais do município. Os antigos moradores são peças chave para o entendimento e para a criação dessas histórias e com isso, um lindo projeto comemora o seu primeiro ano, desenvolvido no Memorial Machadinha, através do trabalho da diretora Dalma Ricardo, onde crianças de 3 a 12 anos, são beneficiadas.

Dalma é uma ótima contadora de histórias e resolveu repassar toda a sua habilidade para o papel, criando o projeto Flores da Senzala, que foi lançado em maio de 2015. "O projeto foi inscrito no Programa Favelas Criativas da Secretaria de Estado de Cultura, através da Associação de Remanescentes do Quilombo de Machadinha, e em janeiro desse ano ganhou um prêmio de 12 mil reais que nos proporcionou adquirir novos instrumentos e roupas para a oficina de jongo para crianças", explicou.

A intenção do projeto é fazer com que as pessoas valorizem as conquistas realizadas pelos negros, desde o fim da escravidão, mantendo viva a identidade cultural dos negros, tão importante para a nossa história como um todo. "O objetivo da oficina de contação de histórias é conscientizar as crianças a pesquisar e entender melhor a pluralidade e diversidade cultural do nosso povo", finalizou a diretora.

Mariana Abrantes

Mais lidas da semana