Mídias Sociais

Caderno D

Cervejeiros locais e empresários já estão se preparando em ritmo acelerado para o I Macaé Beer Fest

Avatar

Publicado

em

 

Que o povo brasileiro é um apaixonado por cerveja, isso ninguém pode negar. Longe, bem longe da crise, as cervejas artesanais caíram no gosto do público e despontam como um excelente negócio. E para você, que tem mais de dezoito anos, é bem provável que já tenha experimentado alguma delas. Se ainda não, os supermercados nunca estiveram com suas prateleiras tão recheadas como atualmente. Elas vieram para ficar e o sucesso das microcervejarias também chegou a Macaé. A cidade já possui dezenas de fabricantes, os restaurantes estão incorporando os novos rótulos em seus cardápios, os festivais gastronômicos fazem questão de ter em suas programações a participação delas e mensalmente, eventos com essa temática acontecem. Existe público e um público que é muito interessado em conhecer melhor os processos de fabricação e mais, interessados também em aprender a harmonizar com gastronomia.

Elas podem ser escuras, claras, com tonalidades avermelhadas, adocicadas, com alto teor alcoolico, mais filtrada ou não, com sabor de chocolate, café, gengibre e o céu não é o limite para as mais criativas invenções. Os números estão aí e revelam que ainda existe um espaço enorme para crescimento desse mercado. Os altos custos envolvidos no processo de fabricação, ainda são relacionados aos impostos, mas mesmo assim, o cenário geral é animador. O Brasil é atualmente o terceiro maior mercado consumidor de cerveja do mundo e o segmento chega a faturar dezenas de bilhões.

De olho nessa expansão, que só existe porque o público passou a consumir cerveja artesanal de forma mais democrática e não só em eventos específicos, mas com o foco nessa nova paixão, um novo festival em Macaé vem por aí e dessa vez promete ser em maior proporção, bem de acordo com o movimento que a bebida vem causando de uns tempos para cá.

O I Macaé Beer Fest, vai acontecer em novembro, mas a gente já pode ir adiantando um pouco sobre como tudo vai acontecer. Bem no comecinho do mês onze, o bairro da Glória será a sede para este grande encontro e esta semana, a organização do evento já apresentou para um grupo de cervejeiros e empresários a proposta e estrutura do evento.

A intenção é tornar a cerveja artesanal ainda mais conhecida e dessa união de parceiros, das principais cervejarias dos Estados, mais de 100 rótulos poderão ser degustados por consumidores, estudiosos da área, cervejeiros e quem mais quiser se aventurar. O foco são as cervejas, mas quem for, também terá a oportunidade de conferir uma ótima gastronomia, além de uma programação cultural pra lá de especial. Serão 1200 metros quadrados de puro sabor, para que um público estimado em 20 pessoas, possa curtir o que existe de mais novo nesse mercado, em três dias de evento. Dezenas de stands, que em sua grande maioria serão destinados às cervejarias, vão compor o espaço que também vai contar com a presença criativa das Bikes Foods.

O evento foi pensado de acordo com outras edições nessa mesma temática e que fizeram sucesso, mas dessa vez a proposta é bem mais ousada e baseados em recordes de público, os organizadores estão bem animados.

Um dos empresários mais bem cotados no ramo das cervejas artesanais em Macaé, Aécio Lopes, que é um dos sócios do Mosteiro da Cerveja e do Boteco do Bigode, vem se reunindo com um time de peso e enxerga a criação do evento como um divisor de águas para o segmento que está em larga expansão na cidade. “A cerveja artesanal está se popularizando. Hoje as pessoas degustam e sentem a diferença com relação às cervejas tradicionais. A Ambev e o grupo Petrópolis lançaram uma linha de cerveja artesanal, a Devassa tem a puro malte, a Eisenbahn já está popular com uma cerveja puro malte. Com a realização desses eventos queremos mostrar a produção das micro e pequenas cervejarias, levando aos apreciadores de cervejas artesanais bebidas de muita qualidade e sabor diferenciado, divulgando as bebidas produzidas na região e proporcionando ao público uma experiência única de degustação de novos e intensos sabores" finaliza o empresário.


Mariana Abrantes

Mais lidas da semana