Mídias Sociais

Sem categoria

Vacina contra febre amarela entrará para calendário oficial em 2018 no estado

Publicado

em

 

Órgão informou ainda que em todo o estado, cerca de 5 milhões de pessoas já foram imunizadas contra a doença

 

Daniela Bairros

A Secretaria de Estado da Saúde informou nessa segunda-feira (03) que a vacina contra a febre amarela vai entrar, em 2018, no Calendário de Vacinação, em todo o estado. Segundo balanço do órgão, entre janeiro e junho deste ano, foram disponibilizadas 5.926.305 doses de vacinas para os 92 municípios. A estimativa da secretaria estadual é de que cerca de 5 milhões de pessoas já tenham sido vacinadas. Considerando que uma dose da vacina é suficiente para imunizar pelo resto da vida, além de levar em conta que cerca de 1 milhão de habitantes do Rio de Janeiro já tenham sido imunizados anteriormente, a estimativa do Estado é que entre julho e dezembro, entre 5 e 6 milhões de pessoas sejam imunizadas nos próximos meses.

No início deste ano, a Secretaria Estadual da Saúde solicitou, antes mesmo de terem sido registrados casos da doença no território fluminense, a vacina contra a febre amarela, que passará a fazer parte do calendário de rotina no Rio de Janeiro.

Vacinação em Macaé

Segundo a prefeitura, Macaé registrou, até o momento, cinco casos de febre amarela, com dois óbitos. Em todo o estado, são 23 casos da doença.

No último sábado (1º), quando foi realizado o Dia D de vacinação, 70 pessoas, entre crianças, jovens, idosos e gestantes, foram vacinadas contra a febre amarela. Desde o início da campanha, cerca  de 185 mil pessoas foram imunizadas contra a doença na cidade.

A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus e transmitida por mosquitos. A infecção pode ser categorizada de duas formas: febre amarela urbana, quando é transmitida pelo Aedes aegypti; ou febre amarela silvestre, quando transmitida pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethe.

Dia D

Além da vacina contra a febre amarela, foram disponibilizadas também em Macaé, vacinas contra o HPV e Meningite.

O Dia D de vacinação contra o HPV, em meninas de nove a 14 anos e em meninos de 11 a 14 anos, imunizou 400 jovens. Foram aplicadas 226 doses contra a meningite em adolescentes de 12 e 13 anos.

Em nota, a Prefeitura de Macaé informou que essas vacinas fazem parte do calendário de imunização do adolescente e estão disponíveis durante todo o ano nas unidades de saúde. Esse período da campanha é para intensificar o processo.

Sobre o HPV e Meningite

O HPV é um vírus que pode causar câncer do colo do útero e verrugas genitais. Ele é altamente contagioso e a sua transmissão acontece, principalmente, pelo contato sexual.

A vacina distribuída no SUS é quadrivalente, ou seja, protege contra quatro tipos de HPV (6, 11, 16 e 18). Dois deles (6 e 11) estão relacionados com o aparecimento de 90% das verrugas genitais. Os outros dois (16 e 18) estão relacionados com 70% dos casos de câncer do colo do útero.

Além da vacina, a prevenção contra esse tipo de câncer também continua envolvendo o exame Papanicolau, que identifica possíveis lesões precursoras do câncer que, tratadas precocemente, evitam o desenvolvimento da doença.

Meningite

A meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro. Existem diversos tipos de meningite, e para cada um deles há causa e sintomas específicos.

A maioria dos casos de meningite é provocada por vírus ou bactérias, mas a doença também pode ser transmitida via fungos. Outros fatores também podem desencadear um quadro de meningite, como alergias a determinados medicamentos, alguns tipos de câncer e também inflamações.

Quem ainda não se vacinou, basta ir a um posto mais próximo. Confira os postos de vacinação em Macaé:

  • Casa da Vacina (Rua Antero Perlingeiro, n° 76, Centro);
  • Pronto-Socorro Aeroporto (Rua Curuncango, S/Nº, Parque Aeroporto);
  • Ajuda A (Rua nove, s/n°);
  • Ajuda B (Estrada do Incra, s/n°);
  • Ajuda C (Rua Projetada 1, s/n°);
  • Aroeira (Rua Eucaliptos, 184);
  • Aterrado do Imburo (Rua Principal, s/n°);
  • Barra A/B (Rua Calixto Fernandes das Neves, 355);
  • Barra B (Rua Calixto Fernandes das Neves, 355);
  • Barreto (Rua Dois, s/nº);
  • Botafogo (Rua Lelita Sales, s/nº);
  • Cajueiros (Rua Marcial Alves Moreira, 51);
  • Campo do Oeste (Av. Venezuela, 132);
  • Engenho da Praia (Av. Lagomar, 122);
  • Fronteira A/B (Rodovia Amaral Peixoto, s/nº);
  • Horto (Estrada do Horto);
  • Lagomar A (Av. Quissamã, s/nº);
  • Lagomar B/C (Rua W18);
  • Malvinas A/C (Rua Maria José Mahon Santos, n° 1500);
  • Malvinas B (R. Principal, 656);
  • Morro de São Jorge (Rua Abílio Corrêa Borges, 182);
  • Nova Esperança A/B (Rua São Mateus, s/n°);
  • Nova Holanda A/B (Rua Nove, s/nº);
  • Praia Campista (Rua Luiz Lírio do Vale, 158);
  • Virgem Santa (Rua Estrada Virgem Santa, s/n°);
  • Visconde de Araújo (Rua Leopoldino Araújo, 185);
  • Clínica da Família Imbetiba (Rua Dr. Luiz Belegard);
  • Areia Branca (Estrada Areia Branca – S/Nº);
  • Bicuda Pequena (Rua Principal – S/Nº, Bicuda Pequena);
  • Bicuda Grande (Rua Principal – S/Nº, Bicuda Grande);
  • Córrego do Ouro A/B (Av. Miguel Peixoto Guimarães s/n°);
  • Frade (Rua Principal, s/n°);
  • Glicério (Rua Arquiteto Luiz Pinto, s/n°);
  • Sana (Rua Principal, s/n°);
  • Trapiche (Rua Comandante Gerson, s/n°).

 

Crédito: Guga Malheiros

 

 

 

Mais lidas da semana